Um elogio da gratidão: haverá na sociedade do tempo questão de abordagem mais difícil e, ao mesmo tempo, mais necessária?

Fui consultar, e algumas li, obras incríveis sob o título«Elogio…»: Elogio dos Intelectuais, Elogio da Literatura, Elogio da Lentidão, Elogio da Felicidade, Elogio da Textura, Elogio da Dúvida, Elogio da Palavra, Elogio da Política, Elogio da Madrasta, Elogio da Rebeldia, Elogio da Sede, Elogio da Bicicleta, entre vários outros. As obras existem e algumas são fabulosas. O que quer dizer que a palavra “elogio” está usada e abusada, talvez gasta. Já a acção elogiosa parece-me estar em franco desuso. E é pena.

Evidentemente que de uns elogios me senti mais próximo e mais tocado do que por outros, senti que eram mais relevantes, de quase todos gostei bastante. E da gratidão? Desta sinto-me sempre próximo, qual fiel amigo e animado seguidor. Será comédia? Será tragédia? Será farsa?

-Disseram Fiel?

-Seguidor?

Mas, alguns dirão: existe postura e ideias mais antigas? Ainda consta? Não sei. Se faz diferença? Muita! Ou não é o que valida as publicidades e o Instagram? Um princípio de amizade e portantode elogio transposta ao digital.

Quem é que no seu bom e alegre espírito, qual Dom Quixote, de Cervantes, ou Willy Wonka chocolateiro, pode não agradecer o Bem que viu, que lhe foi feito ou que conheceu? Ninguém (desejo meu). Veem aquelas conversas feias e quase sempre desagradáveis do dia-a-dia e ao nosso lado no café ou no autocarro? Pois é, se calhar sabemos de onde vêm. Serão dos esquecidos (as) da atenção, isto é, da gratidão? Não faço ideia. Ou é perda de tempo agradecer a quem nos soube fazer algo?Pouco ou muito é indiferente.

Vi há semanas a alegria de quem faz o bem e de quem o recebeu e não mais esqueci aquelas felizes caras, de variados envolvimentos. Quem faz o bem transparece e reluz. Quem agradecetambém. Brilham. Desse brilho alegre, são e raro, nascem grandes coisas para o mundo e para as pessoas. E como é que podia ser de outra forma?

Elogio hoje a gratidão e agradeço os elogios, são todos, mesmo os que tratam assuntos que não nos dizem tanto, uma visão bonita, impressiva, importante e afinal útil do mundo, da humanidade e das nossas vidas. Não são tudo. Marcam.Há uma interessante passagem da Carta de São Paulo aos Colossenses, 3 que lembra: “E sede agradecidos.”. Diz a Psicologia quea gratidão é uma espécie de cesto de boas vontades que fortalece a saúde mental… só podia ser, vê-se à transparência. Ainda por cima são inteligentes.

O que é afinal a Gratidão? É um substantivo feminino que vem do Latim gratitudo e significa o sentimento de lembrança e agradecimento por um bem recebido. Eelogiar é expressar umaopinião favorável.

E aqui fica um elogio aos gratos e gratas, deles é certamente o lugar paradisíaco, pois que brilhem.

Tiago Matias é diplomado em Estudos Europeus (Faculdade de Letras de Lisboa)

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Concerto único de Carlos Araújo & Luís Ruvina com Rui Veloso

O Cine-Teatro Municipal de Elvas vai ser palco de um concerto único de Carlos Araújo & Luí…