Principais acontecimentos registados no dia 22 de agosto, Dia Internacional das Vítimas de Violência baseada na Religião ou Crença:

1415 – D. João I conquista Ceuta.  1422 – D. João I determina que o calendário em Portugal se passe a reger pela era de Cristo em substituição do calendário Romano.  1485 – Ricardo III de Inglaterra morre na batalha de Bosworth, pondo termo à Guerra das Rosas, entre as casas de York e de Lancastre. Henrique VII sobe ao trono.  1599 – Morre o compositor italiano Luca Marenzio, referência do madrigalismo.  1642 – Começa a guerra civil em Inglaterra. Carlos I acusa de traição os membros do Parlamento.  1654 – Jacob Barsimson, tido como primeiro judeu emigrado na América, desembarca em Nova Amesterdão, atual Nova Iorque.  1775 – A expedição inglesa comandada por James Cook chega à Austrália.  1849 – É assassinado o governador de Macau Ferreira do Amaral, por se ter negado a pagar o “foro do chão” ao imperador da China.  1862 – Nasce o compositor francês Claude Debussy, autor de “La Mer” e de “A Sesta de Um Fauno”.  – Nasce o escritor italiano Emílio Salgari, criador de Sandokan.  – A atriz francesa Sarah Bernhardt estreia-se nos palcos parisienses.  1864 – É assinada a primeira das Convenções de Genebra, para a melhoria das condições de socorro aos feridos em combate, que enquadra a atuação do Comité Internacional de Socorro aos Feridos Militares.
 1908 – Nasce o fotógrafo francês Henri Cartier-Bresson.  1914 – Grande Guerra de 1914-18. A força expedicionária britânica chega a França.  1920 – Nasce o escritor britânico Ray Bradbury, autor de “Fahrenheit 451”.  1922 – O líder revolucionário irlandês Michael Collins é assassinado.  1928 – Nasce o compositor alemão Karlheinz Stockhausen, referência na vanguarda europeia do pós-guerra.  1939 – Nasce o compositor e maestro português Cândido Lima, fundador do Grupo Música Nova, autor de “A Sétima Voz”, “Madrigal Blue” e “Cartas”.  1941 – II Guerra Mundial. As tropas alemãs chegam a Leninegrado.  1942 – II Guerra Mundial. O Brasil de Getúlio Vargas declara guerra às forças do eixo, a Alemanha de Hitler, Itália e Japão.  1953 – É derrubado o Governo de Mossadegh, Irão, e o Xá Reza Pahlevi regressa ao país.

1956 – É publicada a Lei 2086 que estabelece os princípios constitutivos das corporações portuguesas.
 1962 – Tentativa gorada de assassínio do presidente francês Charles De Gaulle.  1963 – O Senegal interdita o espaço aéreo a aviões procedentes ou destinados a Portugal, em protesto pela política do ditador Oliveira Salazar.  1972 – A Rodésia é expulsa do Comité Olímpico Internacional, pela política de apartheid.  1978 – Morre Jomo Kenyatta, fundador do Quénia.  1981 – Morre o cineasta brasileiro Glauber Rocha, mestre do Cinema Novo.  1984 – Portugal entra na Comissão Económica para a América Latina e Caraíbas (CEPAL).  1991 – Tentativa de golpe de estado na URSS. São emitidos mandados de captura sobre os revoltosos da “linha dura” do Partido Comunista. Mikhail Gorbatchov regressa a Moscovo.  2002 – A presidência da União Europeia critica o Tribunal Indonésio de Direitos Humanos, pela falta de rigor no julgamento dos crimes em Timor-Leste.  – As Comissões das Festas de Moura, Reguengos de Monsaraz e da Aldeia da Luz reclamam, em vão, “autorização excecional” para espetáculos com touros de morte.
 – Abre ao público a Biblioteca Pessoal do poeta Pablo Neruda, em Santiago do Chile.

2003 – É publicada a extinção dos 250 postos de Ensino Básico Mediatizado, conhecido por Telescola.

2004 – O atleta português de origem nigeriana Francis Obikwelu conquista a medalha de prata na final dos 100 metros dos Jogos Olímpicos de Atenas, estabelecendo novo recorde europeu da velocidade.

– Os quadros “O Grito” e “Madonna”, do pintor norueguês Edvard Munch, são roubados do Museu de Oslo.

– Morre, aos 84 anos, Ota Sik, economista e político checo, um dos protagonistas da Primavera de Praga (1968).

2005 – Incêndios florestais. As frentes de fogo atingem os limites de Coimbra e destroem habitações em Ceira. Evacuação de doentes do Hospital Psiquiátrico Sobral Cid para instalações internas. Mata nacional do Vale de Canas destruída pelo fogo.

– Representantes xiitas e curdos chegam a acordo sobre a Constituição do Iraque, mas sunitas opõem-se à transformação do país numa federação.

– Morre, aos 76 anos, Luc Ferrari, compositor francês, referência da música eletroacústica.

2006 – Caso Mateus. O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol confirma a manutenção do Belenenses na primeira Liga e a despromoção do Gil Vicente à Liga de Honra.

– Um avião de passageiros Tu-154 com 169 pessoas, incluindo 45 crianças, despenha-se na Ucrânia quando tentava realizar uma aterragem de emergência.

2007 – É publicado em Diário da República o regime jurídico das Unidades de Saúde Familiar.

– O Irão anuncia o teste da primeira “bomba inteligente”, dirigida por laser.

2008 – Um acidente na Linha do Tua, envolvendo uma composição da Metro Mirandela, causa a morte de uma mulher de 47 anos e 43 feridos, cinco dos quais com gravidade. A Linha do Tua registou quatros acidentes no último ano e meio.

– O jamaicano Usain Bolt entra na história dos Jogos Olímpicos, ao alcançar a terceira medalha de ouro, a que juntou terceiro recorde mundial, na estafeta 4×100 metros, e junta-se ao norte-americano Michael Phelps como herói em Pequim.

2009 – Morre, aos 70 anos, Morais e Castro (José Armando Tavares de Morais e Castro), ator, advogado, dirigente do Partido Comunista Português.

2010 – Desmoronamento de mina em São José perto de Copiapó, no Chile (dia 05 agosto).
Os mineiros são encontrados com vida através de uma sonda subterrânea. Os trabalhadores da mina escrevem uma mensagem num pedaço de papel com a frase “Estamos bem, os 33, no refúgio”.

2011 – Rebeldes tomam o poder de Tripoli, capital da Líbia, e controlam o aeroporto, televisão e rádio estatal. Milhares de líbios festejam a queda do regime em várias cidades do país.

– Morre, aos 82 anos, Maria Lucília Moita, pintora considerada uma das últimas herdeiras dos grandes pintores naturalistas portugueses como Silva Porto e Henrique Pousão, em Abrantes.

– Morre, aos 61 anos, Jack Layton, líder do maior partido da oposição canadiano que levou o Novo Partido Democrático aos seus melhores resultados eleitorais, vítima de cancro.

– Morre, aos 78 anos, Jerry Leiber, americano letrista de vários sucessos de Elvis Presley, Beatles e Frank Sinatra, num hospital de Los Angeles, devido a insuficiência cardiopulmonar.

– Morre, aos 70 anos, Nick Ashford, compositor norte-americano que escreveu vários êxitos editados pela Motown, interpretados por Marvin Gaye ou Diana Ross, em Nova Iorque, vítima de cancro.

2013 – O Presidente da República promulga o diploma que estipula o aumento do horário de trabalho no Estado de 35 para 40 horas semanais.

2014 – Um comboio humanitário russo entra em território ucraniano sem autorização.

2016 – Morre, aos 94 anos, Toots Thielemans, músico belga considerado como uma referência mundial da harmónica.

2017 – Morre, aos 72 anos, John Abercrombie, guitarrista norte-americano apontado como uma “das lendas do jazz contemporâneo”, e que em 1980 atuou no X Cascais Jazz.

2019 – Morre, aos 84 anos, Eugénio Pepe, compositor e criador da música para a canção infantil “Vamos Dormir”.

2021 – Morre, aos 62 anos, Brian Travers, compositor e saxofonista inglês, membro fundador dos UB40, banda de reggae britânica.

===============.  Este é o ducentésimo trigésimo quarto dia do ano. Faltam 131 dias para o final de 2022.  Pensamento do dia: “Da morte renascemos”. Pablo Neruda (1904-1973), poeta e diplomata chileno, Prémio Nobel da Literatura em 1971.

  • Eterno Bastinhas tomou a alternativa há 39 anos

    Hoje, dia 15 de Maio, cumprem-se 39 anos da alternativa de Joaquim Bastinhas, recebida na …
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Queda de aeronave em Ponte de Sor causa ferimentos ligeiros na única ocupante

Uma aeronave caiu terça-feira, dia 28 de Março, junto ao aeródromo de Ponte de Sor, causan…