O número médio de infeções diárias subiu de 9.474 para as 11.153 e o índice de transmissibilidade (Rt) do SARS-CoV-2 estava em 1,07 a 29 de abril, indicou hoje o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).
Segundo o relatório semanal do INSA sobre a evolução do número de casos no país, em “29 de abril o Rt é 1,07”, quando em 22 do mesmo mês estava nos 1,01.
O valor médio a cinco dias deste indicador para período entre 25 e 29 de abril foi de 1,03 a nível nacional e em Portugal continental, refere ainda o INSA, ao avançar que média diária de novos casos de infeção a cinco dias está nos 11.153 no conjunto do país e nos 10.503 em Portugal continental.
Entre 21 de janeiro e 15 de fevereiro, este indicador tinha registado uma descida acentuada, chegando aos 0,71.
Três regiões apresentam um Rt – que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus – superior ao limiar de 1, caso do Norte (1,09), do Centro (1,06) e dos Açores (1,04), o que “indica uma tendência crescente” de infeções pelo coronavírus que causa a covid-19.
Lisboa e Vale do Tejo está com um Rt de 0,98, o Alentejo com 0,97, o Algarve com 0,91 e a Madeira com 0,83.
“Todas as regiões apresentam a taxa de incidência superior a 960 casos por 100 mil habitantes em 14 dias”, sendo a mais elevada nos Açores (2.075,1), seguida do Alentejo (1.773,1), do Centro (1.664) e da Madeira (1.347,7).
A incidência de novos casos está nos 1.287,8 a nível nacional, baixando ligeiramente para os 1.265,3 em Portugal continental, adianta também o relatório do INSA.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Monforte: Autarquia contrata trabalhadores em regime de emprego apoiado

Cinco contratos individuais de trabalho em regime de emprego apoiado em mercado aberto for…