O início do ano letivo no Campus do Politécnico de Portalegre fica marcado pelo arranque da obra de ampliação da incubadora de base tecnológica.
A primeira pedra do novo edifício da BioBIP foi colocada esta segunda-feira, 6 de Setembro, pela Presidência do Politécnico e pelo Presidente da CCDRA, António Ceia da Silva, num ato simbólico que contou com a presença de membros da comunidade académica e representantes da empresa que executará a obra.
O novo edifício terá cerca de 1500 m2 e aí serão investidos 3,3 milhões de euros, na construção e em equipamentos, cujo financiamento se enquadra no Sistema Regional de Transferência de Tecnologia do Alentejo.
Nesta fase, vai ser ampliado o espaço de incubação de empresas e o equipamento na nave de Bioenergia. Também serão criados laboratórios de multimédia e animação, de robótica, FabLab, entre outros.
Em final de mandato como Presidente do Politécnico de Portalegre, Albano Silva, desafiou a CCDRA a continuar a viabilizar o investimento na incubadora do Politécnico, revelando que há interesse por parte de várias empresas da área da tecnologia em se estabelecerem aqui, caso venha a concretizar-se uma desejável terceira construção. No âmbito do novo quadro comunitário de apoio, o responsável pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo aceitou o repto.
A empreitada para construção da BioBIP2-TechTRANSFER, que agora se inicia, foi adjudicada à empresa Seconfral, sendo o prazo de execução da obra de 10 meses. 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Forte de Santa Luzia recebeu visita teatralizada

O Forte de Santa Luzia recebeu na manhã deste sábado, 13 de agosto, uma visita teatralizad…