O músico Mário Moita festeja 40 anos de carreira, com um espetáculo, este sábado, em Reguengos de Monsaraz.
Mário Moita evidenciou-se por recuperar uma tradição oitocentista de interpretar fado ao piano, com temas como “Amores de Lisboa”, de Manuel Sérgio, ou “O Luar é meu amigo”, de Alberto Janes, musicados por si, e tem realizado várias digressões no Japão e no Brasil, onde participou, em 2009, na “Virada Cultural”, que, anualmente, em Maio, anima durante 24 horas as ruas de S. Paulo.
O músico e cantor, em declarações à agência Lusa, afirmou que em Portugal não tem tido oportunidades para apresentar o seu trabalho: “Por exemplo, eu nunca fui ao grande auditório do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, mas no Brasil fiz digressões em salas como igual lotação, sempre cheias, como o Teatro Ademir Rosa, em Florianópolis”, onde cantou e tocou com a sinfónica local.
No Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz, cidade de onde é natural, Mário Moita vai ser acompanhado pelo músico José Liaça (piano e acordeão), com quem gravou o seu primeiro álbum, “Sons Ibéricos” (1999).
“Vou apresentar o espetáculo de forma cronológica desde ‘Bairro Alto’, uma homenagem a Carlos do Carmo, falecido este ano, fado com que me estreei, passando em revista as minhas participações televisivas e depois o meu repertório que faz parte dos CD ‘Fado Navegante’, ‘Alentejo ao Piano’, e do meu último DVD, gravado no Teatro CIC em Florianópolis”, disse à Lusa Mário Moita.
“Aos amigos de Lisboa”, “Coimbra”, “Lisboa à noite” e “Recado a Lisboa” são outros temas do seu repertório, que tem apresentado em Espanha, Japão, Brasil, Roménia, Itália, Estónia, Coreia do Sul, Macedónia do Norte, Estados Unidos, França, Canadá e Chipre.
“Internacionalmente tenho sido muito bem acolhido, e fico contente por levar a nossa música a outras paragens”, afirmou o músico, o único artista português distinguido com o Troféu Gonzagão, considerado o “Óscar da música do nordeste” no Brasil.
No âmbito dos seus 40 anos de carreira, Mário Moita tem previsto publicar um livro de partituras de fado, dedicado a Amália Rodrigues, que incluirá fados seus e do repertório da diva.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Forte de Santa Luzia recebeu visita teatralizada

O Forte de Santa Luzia recebeu na manhã deste sábado, 13 de agosto, uma visita teatralizad…