A próxima edição da feira agropecuária Ovibeja vai realizar-se de 21 a 25 de abril de 2022, depois de, este ano, o certame ter decorrido em versão digital devido à pandemia de covid-19.
A feira, organizada pela ACOS – Agricultores do Sul, costuma decorrer no Parque de Feiras e Exposições de Beja – Manuel Castro e Brito, mas a edição deste ano, a 37.ª, foi promovida em formato digital, na semana passada, nos dias 22 e 23.
Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, a ACOS afiançou que, apesar disso, a Ovibeja 2021 “excedeu as expectativas” e revelou que a próxima edição vai ter lugar de 21 a 25 de abril.
A 37.ª Ovibeja, em versão digital, “contou com cerca de 150 expositores, recebeu cerca de 30 mil visitantes ‘online’ e dinamizou inúmeras atividades ao longo de dois dias”, resumiu.
O ambiente do certame, cuja edição presencial foi cancelada pelo segundo ano consecutivo, devido à pandemia, foi recriado virtualmente, através de diversas componentes, na página de Internet www.ovibeja.pt.
Neste ‘site’, o certame proporcionou um roteiro tridimensional (3D) pelos espaços habituais da feira, como os pavilhões, este ano virtuais, mas que puderam ser “visitados” e tiveram “produtos em exposição e para venda”.
O evento contou com uma sessão de abertura, que incluiu uma mensagem em vídeo do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e intervenções dos presidentes da Câmara de Beja e da ACOS, Paulo Arsénio e Rui Garrido, respetivamente.
A versão digital da Ovibeja, cujo tema foi “Agricultura ConsCiência”, permitiu também “oferecer”, à “distância de apenas um clique”, gastronomia, competições, ‘masterclasses’, espetáculos musicais ou ‘webinars’, tendo o último deles sido encerrado pela ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.
Esta edição do certame “representou um passo em frente na capacidade de inovar e de integrar todos os seus públicos-alvo”, frisou a organização.
A modalidade de eventos ‘online’, designadamente ‘webinars’, poderão complementar a feira presencial, de futuro, admitiu Rui Garrido.
“O digital é uma mais-valia que veio para ficar como complemento às iniciativas presenciais”, assinalou o presidente da ACOS.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Portugal regista mais um morto e 230 infectados. Alentejo com 38 novos casos

Portugal regista hoje uma morte atribuída à covid-19, o valor mais baixo desde maio, assim…