A Junta de Freguesia de Galveias e a União de Freguesias de Alcórrego e Maranhão foram as primeiras autarquias do distrito de Portalegre a pagar o Suplemento de Penosidade e Insalubridade aos seus trabalhadores, revelou hoje o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL).

“Foram das primeiras autarquias do distrito de Portalegre a ouvir os representantes dos trabalhadores tal como estabelece o artigo 24º da Lei do Orçamento de Estado para 2021, que regulamenta a aplicação do Suplemento de Penosidade e Insalubridade aos trabalhadores da carreira geral de assistente operacional e que desempenhem funções nas áreas de recolha e tratamento de resíduos e tratamento de efluentes, higiene urbana, do saneamento, dos procedimentos de inumações, exumações, trasladações, abertura e aterro de sepulturas de que resulte comprovada sobrecarga funcional que potencie o aumento da probabilidade de ocorrência de lesão ou um risco potencial agravado de degradação do estado de saúde”, refere o STAL.

A Junta de Freguesia de Galveias e a União de Freguesias de Alcórrego e Maranhão avançaram para a deliberação e para o pagamento deste suplemento já este mês, no seu nível mais alto, com retroactividade a Janeiro deste ano, aos trabalhadores cujas funções preenchem os requisitos de penosidade e insalubridade.

“O STAL continua a contactar todas as autarquias do Alto Alentejo para que cumpram a lei e negoceiem com a estrutura representativa dos trabalhadores a aplicação deste suplemento, rejeitando que uma posição conjunta da CIMAA possa substituir esta obrigação legal e ir ao encontro de realidades tão distintas como aquelas que caraterizam as autarquias do Norte Alentejano”, frisa em comunicado.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Forte de Santa Luzia recebeu visita teatralizada

O Forte de Santa Luzia recebeu na manhã deste sábado, 13 de agosto, uma visita teatralizad…