Um grupo de cerca de 20 pessoas com automóveis cortou hoje a Estrada Nacional (EN) 254 entre Vila Viçosa e Bencatel (Évora) em protesto contra o encerramento daquele troço, a partir de sexta-feira, disse fonte da GNR.
A mesma fonte indicou à agência Lusa que o trânsito esteve cortado na EN254, entre Vila Viçosa e Bencatel, freguesia do concelho de Vila Viçosa, no distrito de Évora, nos dois sentidos, durante cerca de 30 minutos, tendo o protesto iniciado perto das 19:00.
“A estrada foi bloqueada com automóveis e após a chegada da GNR as pessoas desocuparam a estrada e dispersaram, tendo terminado o protesto”, adiantou a fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).
Segundo a mesma fonte, o trânsito está a circular com normalidade, nos dois sentidos, e cerca das 20:00, estavam ainda no local militares daquela força de segurança.
Já o PCP exigiu hoje ao Governo uma “verdadeira alternativa” para a ligação entre Bencatel e Vila Viçosa, após o corte definitivo do trânsito na EN254, por questões de segurança.
“As alternativas que existem não são verdadeiras alternativas”, afirmou hoje o líder parlamentar do PCP e deputado eleito pelo círculo de Évora, João Oliveira, em declarações à Lusa.
Segundo o deputado, após a interdição da EN254, ao quilómetro três da estrada, junto à pedreira “Monte d’el Rei”, a partir de sexta-feira, a população “vai ter que fazer 60 quilómetros” entre as duas localidades, quando, até agora, “faziam seis”.
“Não pomos em causa que sejam tomadas as medidas necessárias para garantir a proteção das populações”, mas “é preciso ter em consideração que as populações também têm de ser protegidas, encontrando-se alternativas de circulação”, sublinhou.
A EN254 junto a Bencatel, no concelho de Vila Viçosa, vai ser cortada ao trânsito de forma definitiva, a partir desta sexta-feira, por questões de segurança, devido à proximidade de uma pedreira.
Fonte oficial da Infraestruturas de Portugal (IP) revelou à Lusa, na quarta-feira, que o corte do trânsito na estrada está relacionado com a proximidade da pedreira “Monte d’el Rei”, que tem cerca de “134 metros de profundidade” e que se encontra a cerca de 30 metros da via.
A partir de sexta-feira, a alternativa de circulação para veículos ligeiros, quer no sentido Bencatel-Vila Viçosa, quer no sentido inverso, deve ser a EN255.
Já a EN381, entre a EN4 e a vila de Redondo, é indicada pela IP como percurso alternativo dos pesados, durante as próximas duas semanas, enquanto não for feita uma intervenção na EN255.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Nova directora do museu de Évora tem como “primeira luta” mais pessoal e orçamento

A nova diretora do Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo (MNFMC), em Évora, assumiu que a…