No seguimento dos critérios de emissão estabelecidos para a nomeação de tempestades da época 2020/2021, foi atribuído pela Météo-France (Serviço Meteorológico Francês) o nome Alex à próxima depressão.
De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os efeitos desta depressão no território continental serão essencialmente sentidos através do aumento da intensidade do vento a partir do final de dia 1 de Outubro, prolongando-se até ao final do dia 2, em especial nas regiões do Norte e Centro, onde as rajadas poderão atingir 75 km/h junto ao litoral e até 110 km/h nas terras altas.
Adicionalmente, esta depressão tem associado um sistema frontal de actividade moderada, que se aproximará a partir do final da tarde de dia 1 e irá atravessar todo o território durante o dia 2, acompanhado de precipitação localmente intensa nas regiões a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela.
No dia 2 prevê-se também uma descida de temperatura, em especial da máxima, que irá variar aproximadamente entre 12 e 18°C nas regiões a norte do vale do Tejo e entre 18 e 25°C a sul.
Espera-se um aumento significativo da agitação marítima na costa ocidental, em particular entre o início da manhã de dia 2 e a madrugada de dia 3, em especial a norte com cabo Raso, onde a altura significativa das ondas poderá atingir 4 a 5 metros.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Despista-se em rotunda e embate em árvore

Um automóvel despistou-se numa rotunda da Avenida do Dia de Portugal, junto às Sochinhas, …