O segundo fim-de-semana do Festival Internacional de Folclore  voltou a ser animado, na Praça da República, com a atuação dos grupos Rancho Folclórico Honra e Glória de Arrentela, do Seixal, e o Grupo Folklórico “Rioni”, da Geórgia, Grupo Regional Folclore da Benedita, de Leiria, e o Conjunto Folklórico Nacional “Sabo”, do Uzbequistão.

Esta iniciativa, da Câmara Municipal de Elvas e Rancho Folclórico de Elvas, conta com performances de grupos nacionais e internacionais, de forma a trazer até Elvas alguma da diversidade cultural, de costumes e de músicas de todo o mundo, encerrando no próximo sábado, 15 de agosto.

Mais uma vez o público marcou presença em grande número, demonstrando assim a importância que este evento tem na agenda cultural dos elvenses, num evento único, que todos os anos traz à cidade Património Mundial, grupos de folclore dos vários cantos do mundo e que entusiasmam miúdos e graúdos.

Tal como em anos anteriores, as atuações decorrem na Praça da República e, nos dias do Festival, acontece a atuação de um grupo de folclore estrangeiro e um grupo português, sempre a partir das nove e meia da noite.

No próximo fim-de-semana, dias 14 e 15, sobem ao palco, na sexta-feira, o Rancho Folclórico de Elvas e o Ballet Folklórico “Jammu”, do Senegal, enquanto que no último dia do festival, sábado 15 de agosto, atuam o Rancho Etnográfico dos Pescadores da Costa da Caparica, de Almada; Fiesta Tica, da Costa Rica, e Compañia de Danzas y Arte Escénico “Leit Motiv Danza”, do México.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Cultura

Veja também

Futebolista do Benfica quebra recorde de atleta do Campomaiorense

Gonçalo Ramos, um dos futebolistas mais promissores do SL Benfica, superou um recorde que …