Pawel Bernas (Activejet Team) venceu sábado, dia 28, a quarta tirada da 33ª Volta ao Alentejo e é o novo Camisola Amarela da Alentejana.

O polaco ganhou vantagem aos adversários nos derradeiros 1500 metros da etapa, em Vila Nova de Santo André, deixando para trás Delio Fernandez (W52/Quinta da Lixa), espanhol que subiu ao segundo lugar da geral.

Sérgio Sousa (LA Alumínios/Antarte) foi o terceiro homem a concluir os 143,7 km da jornada, que começou em Aljustrel.

Nas contas da Alentejana, e a faltar apenas um dia para o final, Bernas lidera com cinco segundos de vantagem sobre Delio Fernandez e James Oram. O neozelandês ocupa o terceiro lugar do pódio.

Manuel Cardoso (Team Tavira), o anterior comandante, gastou mais 21 segundos que o vencedor e está agora na quarta posição a 11 segundos do novo líder.

Este é o segundo triunfo de Pawel Bernas, este ano, em Portugal. O polaco, de 24 anos, venceu, no passado fim-de-semana, a primeira etapa do Grande Prémio Liberty Seguros – Troféu Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina e não escondeu que procurava novo êxito: “Estava a tentar chegar à vitória desde o primeiro dia. Estive sempre nas fugas dos últimos quilómetros e hoje finalmente consegui. Ataquei quando faltavam 1,5 km para o final e foi a melhor decisão que tomei”.

O ciclista da polaca Activejet Team lançou-se com um grupo de seis corredores quando faltavam 12 quilómetros para a meta. Foram os primeiros a receber os calorosos aplausos das centenas de pessoas que assistiram, em Vila Nova de Santo André, à chegada da penúltima tirada da 33ª Volta ao Alentejo. Pawel sabe, no entanto, que nada está decidido: “Amanhã será uma etapa muito dura, rápida e nervosa, mas tudo faremos para manter a Camisola Amarela”, prometeu.

O primeiro título desta Volta está virtualmente entregue. Bayron Guama (Ecuador) venceu o último Prémio de Montanha da competição, instalado na Serra de Grândola, e para sagrar-se, este domingo, pelo segundo ano consecutivo, o Rei da Montanha (Camisola Castanha) só tem de terminar a prova.

Manuel Cardoso lidera a classificação dos pontos, veste a Camisola Verde, e James Oram (Team Axeon) manteve a Camisola Branca da juventude.

E ao quarto dia de competição a velocidade continuou a aumentar, com uma média, logo à primeira hora, de 49km/h. Razão de tanta velocidade? As inúmeras tentativas de fuga que se registaram até ao quilómetro 44, quando, finalmente, Joni Brandão (Efapel) e Mario Gonzales (Activejet Team) conseguiram dar expressão ao que tantos ensaiaram. Estes dois homens ganharam a companhia de Joaquim Silva (W52-Quinta da Lixa), Xabier Lasa (Euskadi-EDP) e Garikoitz Bravo (Murias-Taldea) ao quilómetro 69 e chegaram a ter, em quinteto, uma vantagem máxima de 2 minutos 38 segundos.

Quando a Rádio Popular-Boavista tomou conta do pelotão a diferença baixou e depois da Meta Volante de Grândola a fuga chegou ao fim, já com os olhos postos no último Prémio de Montanha da competição.

O derradeiro dia de competição, domingo, 29 de Março, começa em Alcácer do Sal, às 11,20h. As Metas Volantes de Montemor-o-Novo (km 44,4), Arraiolos (km 66,4) e Vila Viçosa (127,4) são pontos de interesse num traçado com 175,1 quilómetros que vão terminar em Reguengos de Monsaraz, Cidade Europeia do Vinho 2015. A meta, instalada na Praça da Liberdade, será abordada pelas 15,50h e, após os 804,6 quilómetros totais de competição, se brindará ao melhor corredor da 33ª Volta ao Alentejo.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Desporto

Veja também

Liga dos bombeiros lamenta que INEM anuncie meios que já existem nas corporações

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) lamentou hoje que o INEM tenha anunciado o reforço …