O decreto que classifica como sítio de interesse nacional o Terreiro da Batalha dos Atoleiros, na Herdade dos Atoleiros, em Fronteira, foi aprovado quinta-feira, dia 19 de Janeiro, em Conselho de Ministros, conforme o comunicado final da reunião do Governo.

A classificação de “sítio de interesse nacional”, que garante a designação de “monumento nacional” ao terreiro, é sustentada pelo Governo por constituir uma “importante paisagem natural e histórico-cultural”.

Este local histórico “conserva tanto a topografia original, como a memória material e simbólica” do episódio bélico ocorrido em 1384 entre Portugal e Castela, de grande significado no quadro da resolução da crise dinástica gerada após a morte do rei Fernando I.

A Batalha dos Atoleiros ocorreu a 6 de Abril de 1384, no sítio pantanoso de Atoleiros, entre Fronteira e Sousel.

Nesta batalha, onde se registou a vitória de Portugal sobre Castela, Nuno Álvares Pereira venceu a cavalaria inimiga, apesar de as forças portuguesas se apresentarem em menor número, utilizando pela primeira vez a táctica do quadrado (envolvendo em cerco as forças inimigas) e o uso de lanceiros.

A lenda que envolve a primeira grande batalha com Castela, na crise de 1383-1385, admite que não houve mortos nem feridos da parte portuguesa, estando porém documentadas as baixas de Castela.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Câmara abre concurso para 15 assistentes operacionais

A Câmara Municipal de Elvas deliberou, na reunião do executivo municipal, na passada quart…