Na história da Orquestra Ligeira do Exército não deverá haver localidade como Elvas em que ano após ano o êxito se repete com um público que esgota o Cine-Teatro Municipal.

Dois anos depois de um interregno pouco habitual, forçado devido à pandemia, a OLE apresentou-se em palco com vinte músicos, um dos quais o maestro que agradeceu a simpatia da recepção dos elvenses. “Em 40 anos provavelmente foram os momentos em que não viemos cá, mas regressamos este ano com um gosto e um enorme prazer. É uma tradição vir a cada 14 de Janeiro”, sintetizou.

Ao longo hora e meia o alinhamento do espectáculo incluiu um vasto e diferenciado reportório, desde “It’s My Life”, de Bon Jovi; passando por “Desfado”, de Ana Moura; “Playback”, de Carlos Paião; “Respect”, de Aretha Franklin, além de medleys dedicados ao Festival da Canção, Bruno Mars ou Queen.

A plateia rendeu-se à genialidade musical em palco e já conta os dias para que a presença se repita em 2024.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Santa Eulália: Cavaleiro Rui Lanternas vence Raide Hípico

O cavaleiro elvense Rui Lanternas conquistou sábado, 28 de Janeiro, a XXIV edição do Raide…