O trânsito está impedido duas pontes no concelho de Avis devido à subida do caudal da ribeira de Seda, na sequência de descargas efetuadas na Barragem do Maranhão, anunciou a câmara municipal.
Numa nota publicada na sua página na Internet, o município revelou que a Ponte de Camões e a Ponte da Ordem foram interditadas porque foi “necessário” proceder a descargas de água na Barragem do Maranhão, situada naquele concelho, uma vez que a albufeira está “próxima da cota máxima”.
A Ponte da Ordem fica situada na Estrada Municipal 501 (EM501), ligando a Estrada Nacional 370 (EN370) à localidade de Cabeção, no concelho de Mora (Évora), enquanto a Ponte de Camões localiza-se no caminho municipal entre Maranhão e Cabeção.
A barragem do Maranhão rega 21 mil hectares nos distritos de Portalegre e Santarém e, na situação de pleno armazenamento, comporta 205 milhões de metros cúbicos de água.
No seu ‘site’ na Internet, a Câmara de Avis desafiou ainda os munícipes a participarem numa caminhada e ação de limpeza na ribeira Grande, na sequência das “chuvas torrenciais” registadas no dia 13 de dezembro.
A autarquia recordou que o mau tempo provocou um “aumento abrupto” do caudal, causando “danos consideráveis” na Ponte de Figueira e Barros, que ficou intransitável.
As chuvas, recordou a Câmara de Avis, “depositaram detritos e deixaram um rasto de devastação” ao longo das margens daquele curso de água.
Nesse sentido, o município e a Junta de Freguesia de Barros, com o apoio de outras entidades, vão promover a iniciativa “Vamos limpar a Ribeira Grande”, no próximo domingo, a partir das 09:00.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Portalegre: Obras no Hospital mudam acessos à unidade de saúde

A circulação de viaturas e o circuito de acesso ao Hospital Doutor José Maria Grande, em P…