O primeiro ministro espanhol Pedro Sánchez, numa comunicação hoje em directo ao país no âmbito do ajuste das medidas de ajuda às famílias perante a inflação, confirmou que vai finalizar o apoio de 20 cêntimos por litro no preço do combustível.

Esta medida, que estará em vigor até 31 de Dezembro, era particularmente apreciada pelos portugueses que vivem em zonas fronteiriças, uma vez que aproveitavam o desconto no preço do combustível para conseguir uma poupança nas suas despesas mensais.

A notícia é, por outro lado, positiva para os empresários portugueses com postos de abastecimento do lado português da fronteira, uma vez que os preços vão agora equipar-se com os praticados em Espanha.

O governo de Madrid anunciou, entre outras medidas, a abolição do IVA, actualmente de 4%, em produtos de primeira necessidade (pão, farinha, leite, queijo, ovos, frutas, verduras, legumes), a redução do IVA de 10 para 5% em massas e azeite, assim como um apoio ao sector agrícola e, ainda, uma ajuda directa com um cheque único de 200 euros a famílias com ordenados inferiores a 27 mil euros e cujo património não supere os 75 mil.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Portalegre/Elvas: Novo mês… radares da PSP à espreita

Até ao final do mês a Polícia de Segurança Pública (PSP) vai realizar, à semelhança do que…