No âmbito do projeto “ULSNA 3+” (mais acessível, mais próxima, mais simples), que visa implementar um modelo de aproximação eficiente dos cuidados ao Utente, baseado no acesso, proximidade e simplificação, a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano, EPE irá, no próximo dia 12 de dezembro, dar início à utilização do sistema de gestão de atendimento ao utente que tem vindo a implementar ao longo dos últimos meses.

Numa primeira fase, este projeto irá iniciar-se no Hospital de Santa Luzia de Elvas, encontrando-se prevista a sua extensão ao Hospital Dr. José Maria Grande durante o primeiro trimestre de 2023. Pretende-se com a implementação deste sistema que o utente possa usufruir de maior autonomia em algumas fases do processo de atendimento nos diversos serviços hospitalares, mais concretamente com a efetivação das consultas ou meios complementares de diagnóstico que tenha agendado para o dia em causa, informando automaticamente o profissional de saúde, através dos sistemas informáticos de apoio à sua atividade, que o utente já se encontra na instituição.

Imprimir declarações de presença sem ter a necessidade de se deslocar a um balcão

Este sistema permitirá ainda que o utente, caso o necessite, possa imprimir declarações de presença sem ter a necessidade de se deslocar a um balcão de atendimento administrativo. Este sistema, associado ao processo de renovação da sinalética interna dos hospitais da ULSNA, irá garantir uma maior autonomia e facilidade de circulação dos utentes nos edifícios hospitalares, dando a indicação clara do local para onde o utente se deverá dirigir mediante o tipo de ato ou consulta que se encontrem agendados. As chamadas para os balcões de atendimento administrativo, gabinetes de consulta ou outros espaços de prestação de cuidados de saúde passará a ser mais organizada. Para tal, estarão disponíveis em cada zona de espera ecrãs que, aquando da chamada do utente, darão a indicação visual e sonora (por voz sintetizada) do número da senha e o local onde o utente se deverá dirigir. A chamada por número de senha garantirá maior privacidade para o utente, indo desta forma ao encontro das normativas explanadas no Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD). A ULSNA pretende que a utilização deste sistema possa garantir uma maior proximidade e atenção para com os seus utentes uma vez que serão simplificadas algumas tarefas do processo de atendimento, reduzindo a pressão nos balcões de atendimento administrativo, o que permitirá dispor de mais tempo para atender os utentes cujo contacto com os assistentes técnicos é essencial.

sistema de gestão de atendimento ao utente
foto: hospital de Santarém

A partir do dia 12 de dezembro, qualquer utente que se dirija ao Hospital de Santa Luzia de Elvas para consulta, tratamento ou realização de meio complementar de diagnóstico, deverá dirigir-se a um dos quiosques de auto atendimento que se encontram estrategicamente colocados junto aos principais pontos de entrada de utentes neste hospital. Neste quiosque poderá identificar-se através da colocação do seu cartão de cidadão no equipamento, ou através da introdução do seu número de utente ou número de processo. Para convocatórias enviadas por carta ou por correio eletrónico que já apresentam um código QR, este poderá ser utilizado para a identificação do utente. Uma vez identificado, o utente deverá seguir os passos que são apresentados no ecrã do quiosque, dirigindo-se, após a impressão da senha, para a zona de espera indicada. Caso o utente não tenha forma de se conseguir identificar, poderá retirar uma senha de atendimento administrativo, realizando-se esta associação entre o número da senha e a identificação do utente no balcão de atendimento do qual o utente será chamado.

Enquanto aguarda pela sua chamada, o utente poderá assistir a uma série de conteúdos multimédia que passarão nos ecrãs de chamada, conteúdos estes contribuirão para uma população mais informada e com maiores níveis de literacia em saúde.

Com a utilização deste sistema a ULSNA pretende ainda “garantir uma maior proximidade com o utente através da avaliação da sua satisfação. Assim, o utente poderá ser convidado a responder a um breve questionário de satisfação, o qual será avaliado pelos serviços da ULSNA e divulgado pelos diversos pontos de atendimento ao utente. Estas avaliações serão um fator importante para a implementação de novas medidas que vão ao encontro das necessidades e satisfação dos nossos utentes”, refere o gabinete de comunicação ULSNA.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por João Alves e Almeida
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Agricultores manifestam-se em Portalegre a 9 de Fevereiro

Agricultores manifestam-se em Portalegre a 9 de Fevereiro …