A Guarda Nacional Republicana (GNR) realiza entre segunda-feira e dia 11 uma “operação de fiscalização intensiva” da condução sob efeito do álcool e drogas, no âmbito do planeamento anual efectuado pela rede europeia RoadPol.

Em comunicado, a GNR avança que o objectivo da operação “RoadPol – Alcohol and Drugs” é “promover comportamentos mais seguros por parte dos condutores e diminuir a sinistralidade rodoviária grave em todo o território nacional continental”.

A Rede Europeia de Polícias de Trânsito (RoadPol) é uma organização estabelecida pelas polícias de trânsito da Europa para melhorar a segurança rodoviária e a aplicação da lei nas estradas. Na sua estratégia de 2020-2022 estabeleceu quatro áreas de actuação no âmbito da segurança rodoviária: as estradas, os veículos, os utilizadores e a velocidade.

Segundo explica a GNR, “estas operações, de âmbito europeu, têm como principal finalidade a criação de um ambiente rodoviário mais seguro através de uma intervenção simultânea sobre as principais causas de acidentes, procurando, desta forma, influenciar positivamente os utilizadores, levando-os a adoptarem condutas que privilegiem comportamentos mais seguros”.

Na última operação “RoadPol – Alcohol and Drugs”, realizada entre 4 e 10 de Maio, foram fiscalizados 35.249 veículos e testados à alcoolemia e a substâncias psicotrópicas 33.310 condutores.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Politécnico de Portalegre assina contrato de financiamento para investigar potencial da Dieta Mediterrânica

Projeto pioneiro é o único com apoio no âmbito da iniciativa “Alimentação Sustentável" que…