Os trabalhadores das cantinas concessionadas estão esta segunda-feira, dia 28 de Novembro, em greve.

Esta paralisação foi convocada pela Federação dos Trabalhadores da Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (FESAHT) e abrange os trabalhadores que prestam serviço em todas as empresas e estabelecimentos no sector das cantinas e refeitórios.

Estes trabalhadores estão em luta pela negociação imediata do Contrato Colectivo de Trabalho sem perda de direitos, que contemple o aumento do salário em 10%, no mínimo 100 euros por trabalhador, valorização da antiguidade, do trabalho por turnos e ao fim-de-semana, 35 horas semanais e 25 dias de férias.

Os trabalhadores estão ainda em luta contra a precariedade, em todas as suas formas, contratos de trabalho a termo certo e incerto e através de empresas de trabalho temporário, em postos de trabalho permanentes e denunciam, ao mesmo tempo, a falta de trabalhadores e a intensificação dos ritmos de trabalho.

Em Portalegre, as trabalhadoras da cantina, do bar e do refeitório do Hospital Dr. José Maria Grande, concessionados à Uniself, realizaram uma concentração frente à unidade hospitalar, dando a conhecer as razões do seu descontentamento e da sua adesão a esta greve nacional.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Politécnico de Portalegre assina contrato de financiamento para investigar potencial da Dieta Mediterrânica

Projeto pioneiro é o único com apoio no âmbito da iniciativa “Alimentação Sustentável" que…