O Agrupamento de Escolas de Campo Maior recebeu recentemente duas distinções, nomeadamente selo “Escola Sem Bullying | Escola Sem Violência” e “Escola Saudável”.
No primeiro caso, trata-se do reconhecimento das ações desenvolvidas pelo agrupamento na promoção e na implementação, do plano de prevenção e combate ao Bullying e ao Ciberbullying.
Segundo Jaime Carmona, director do Agrupamento, “todo o trabalho levado a cabo nas nossas escolas é escrupulosamente analisado e existem etapas e aspetos fundamentais que são alvo de avaliação: • Constituição de uma equipa; • Níveis de educação e ensino envolvidos; • Articulação com componentes curriculares; • Certificações/Reconhecimentos; • Projetos/Iniciativas no PAA e PADDE; • Identificação e resposta a casos de Bullying;
• Exemplos de Boas Práticas; • Situações a melhorar”.
O responsável esclarece que a atribuição do selo “não premeia a não existência de situações, mas sim todo o trabalho de prevenção e combate ao Bullying e ao Ciberbullying. Idealmente será para esse estado “zero” de Bullying e ao Ciberbullying que procuramos caminhar”.
No segundo caso, o selo de “Escola Saudável”, pretende reconhecer o mérito do Agrupamento que através das suas práticas contribuam para a promoção de relações interpessoais saudáveis, para o envolvimento de toda a comunidade educativa e para uma imagem positiva da escola.
“Veja-se o que consta no Perfil do Aluno à Saída da Escolaridade Obrigatória, onde a escola, enquanto ‘ambiente propício à aprendizagem e ao desenvolvimento de competências, os/as alunos/as adquirem as múltiplas literacias que precisam de mobilizar’, e onde ‘constroem e sedimentam uma cultura científica e artística de base humanista, mobilizando valores e competências que lhes permitem intervir na vida e na história dos indivíduos e das sociedades, tomar decisões livres e fundamentadas sobre questões naturais, sociais e éticas, e dispor de uma capacidade de participação cívica, ativa, consciente e responsável’, salienta.
O director do Agrupamento, Jaime Carmona, indicou que “não são os selos que nos movem, porém, são o reconhecimento por instituições idóneas do trabalho desenvolvido por todos os que formamos a Comunidade Educativa de Campo Maior: Alunos, Professores, Pais, Pessoal Não Docente e entidades locais e regionais”.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Imaculada Conceição com missa no Paiol

A celebração da solenidade litúrgica da Imaculada Conceição realiza-se quinta-feira, 8 de …