Catorze distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de períodos de chuva por vezes forte, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
Os distritos do Porto, Vila Real, Viana do Castelo, Aveiro e Braga vão estar sob aviso amarelo até às 09:00 de hoje, Santarém, Lisboa e Castelo Branco até às 15:00, Viseu, Leiria e Coimbra até às 12:00 e Évora, Setúbal e Portalegre até às 18:00.
O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.
Devido à previsão de chuva persistente e “por vezes forte”, em especial nas regiões do Norte e Centro, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alertou na segunda-feira para a possibilidade de ocorrência de cheias e deslizamentos de terras para os próximos dias.
Num aviso à população, a ANEPC dá conta que o IPMA prevê, para os próximos dias, chuva persistente e “por vezes forte” em especial no Norte e Centro, vento que será mais intenso no litoral, a norte do Cabo Raso e nas terras altas e agitação marítima, com ondulação de noroeste até cinco metros a partir da próxima madrugada no litoral norte e centro e a partir da tarde de terça-feira na região sul.
A ANEPC indica também que os acumulados nas próximas 72 horas vão ser mais expressivos nas bacias do Minho, Lima, Cávado, Ave, Tâmega, Paiva, Vouga, Mondego e Douro, podendo ocorrer variações significativas dos níveis hidrométricos nas zonas historicamente mais vulneráveis.
O IPMA colocou também sob aviso amarelo os distritos do Porto, Faro, Setúbal, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Beja, Aveiro, Coimbra e Braga por causa da agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com 4 a 5 metros até às 07:00 de quinta-feira.
De acordo com informação disponível no ‘site da Autoridade Marítima Nacional, as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim, Vila do Conde e Portinho da Ericeira estão fechadas à navegação.
A barra da Figueira da Foz está condicionada, encontrando-se fechada a embarcações de comprimento inferior a 35 metros.

DD (CMP) // SB
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Combate à corrupção em Portugal “deve melhorar” – Ministra da Justiça

A ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro, alertou hoje que Portugal deve melhorar…