A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) suspendeu hoje a laboração no refeitório do hospital de Évora (HESE), após detectar “irregularidades”, mas assegurou estar salvaguardado o fornecimento de refeições aos utentes da unidade.
Contactada pela agência Lusa, por correio electrónico, fonte da ASAE explicou que, “esta tarde, após denúncia, foi realizada uma ação de fiscalização direcionada à zona de confecção de refeições” do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE).
“No decurso da ação, por terem sido detectadas irregularidades, foi determinada a suspensão da laboração no local para a necessária correção das situações anómalas, salvaguardando-se o fornecimento de refeições aos utentes do hospital”, esclareceu a ASAE à Lusa.
A Lusa pediu esclarecimentos a este organismo depois de o jornal Correio da Manhã ter avançado, a meio da tarde, uma notícia intitulada “ASAE encerra refeitório do hospital de Évora por falta de higiene e segurança alimentar”.
Nesta notícia, o jornal disse ainda que o refeitório hospitalar “é operado por uma empresa privada e as refeições são destinadas a funcionários e utentes”.
A Lusa colocou mais questões à ASAE, através de correio electrónico, mas não obteve outros esclarecimentos.
Também numa resposta à Lusa por correio electrónico, o HESE indicou ter recebido “uma visita da ASAE”, esta tarde, durante a qual “tomou conhecimento de algumas não conformidades técnicas detectadas nas instalações do serviço de alimentação do hospital”.
A unidade hospitalar adiantou que o conselho de administração já reuniu com a empresa prestadora de serviços que opera no refeitório hospitalar e que foram “definidas as medidas necessárias para resolver” as irregularidades detectadas.
Essas medidas, acrescentou, “já se encontram em implementação”.
O HESE salientou ainda que, apesar da suspensão da laboração no refeitório, as refeições para os utentes e profissionais estão asseguradas.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Portalegre: Escola Secundária de S. Lourenço celebra 138 anos com dia dedicado ao Desenvolvimento Sustentável e à Educação

Inicialmente Escola Industrial Fradesso da Silveira, a actual Escola Secundária de S. Lour…