A 32.ª edição da Fehispor, que se deveria ter realizado entre 3 e 6 de Novembro, em Badajoz, foi cancelada por culpa de um regulamento municipal que carece de aprovação e impede a cobrança de entradas nos pavilhões da Ifeba.

A situação foi dada a conhecer, em Maio, por um funcionário que alertou o Ayuntamiento de Badajoz e, desde então, não é possível estabelecer um preço nas entradas – Feciex foi gratuita – e a cobrança dos espaços aos expositores. Por este motivo a calendarização das feiras, na recta final deste ano, tem sofrido cancelamentos e adiamentos.

Esta semana foi adiado o certame “Bodaeventos Badajoz”, dedicados ao sector dos casamentos, o qual se iria realizar nos dias 19 e 20 de Novembro. A Institución Ferial de Badajoz confirmou o adiamento para os dias 4 e 5 de Fevereiro de 2023.

Segundo é explicado pelo jornal HOY, o Ayuntamiento de Badajoz “não processou corretamente a atribuição legal do prédio há sete anos. Em 2015, o município aprovou integralmente a alteração do imóvel a bem patrimonial, contudo, não enviou aquele acordo aprovado por todos os vereadores ao Boletín Oficial de la Provincia, pelo que esta modificação não pode ser considerada definitiva.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Imaculada Conceição com missa no Paiol

A celebração da solenidade litúrgica da Imaculada Conceição realiza-se quinta-feira, 8 de …