O historiador espanhol Moisés Cayetano Rosado apresentou sábado, dia 5 de Novembro, o seu mais recente trabalho, “Salgueiro Maia – Das Guerras em África à Revolução dos Cravos”, uma obra que oferece uma nova perspectiva sobre a vida de um dos heróis da Revolução de 25 de Abril de 1974.

Numa sessão em que, naturalmente, a Revolução dos Cravos foi bastante evocada, o presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, Luís Rosinha, afirmou que “é fundamental dar a conhecer às novas gerações e recordar às mais velhas a vida, a obra e os valores deste homem, que, na noite de 24 para 25 de Abril de 1974, foi uma das peças fundamentais no movimento militar que devolveu a Portugal e aos portugueses a liberdade que durante tanto tempo lhes foi negada”, realçando ainda o “carácter universal” de Salgueiro Maia, da revolução à qual ficou ligado e o “fascínio que a sua figura ainda exerce nos dias de hoje”.

Para além do autarca e do autor da obra, na iniciativa estiveram também presentes, entre outras individualidades, o Comendador Rui Nabeiro e os capitães de Abril Manuel Duran Clemente e João Andrade da Silva, este último presidente da Associação Salgueiro Maia.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Imaculada Conceição com missa no Paiol

A celebração da solenidade litúrgica da Imaculada Conceição realiza-se quinta-feira, 8 de …