O Tribunal Judicial de Elvas decretou sexta-feira, dia 4 de Novembro, a prisão preventiva de um dos seis detidos pela PSP, quatro homens e duas mulheres, por suspeita de tráfico de droga naquela cidade, disse fonte da força de segurança.

A fonte da polícia indicou que os suspeitos foram submetidos a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Elvas, na quinta e sexta-feira, que aplicou a um dos homens a medida de coacção mais gravosa, a prisão preventiva.

O suspeito que fica em prisão preventiva foi encaminhado para o Estabelecimento Prisional de Elvas, onde vai aguardar o desenrolar do processo, adiantou a fonte da PSP.

Os outros suspeitos, de acordo com a fonte da polícia, três homens e duas mulheres, ficaram sujeitos a apresentações periódicas na PSP de Elvas.

Recorde-se que a PSP deteve, no passado dia 2 de Novembro, quatro homens e duas mulheres, por suspeita de tráfico de droga, e apreendeu 1.930 gramas de liamba, 1.185 doses individuais de haxixe e 153 de cocaína, em Elvas.

O comissário Rui Massaneiro, da PSP de Elvas, indicou que no decorrer da operação foram ainda apreendidas duas gramas de MDMA, 1.475 euros em numerário, quatro telemóveis, uma balança de precisão, um bastão em madeira, um taco de ‘baseball’, uma catana e diverso material para acondicionamento da droga.

O responsável explicou também que os seis suspeitos “têm idades compreendidas entre os 23 e os 47 anos”, tendo a operação, que surgiu no âmbito de uma investigação que dura há vários meses, decorrido nos bairros das Pias e de São Pedro, bem como no Centro Histórico da cidade.

O Comando Distrital de Portalegre da PSP esclareceu, em comunicado, que a operação teve inicio pelas 6 horas para dar cumprimento a dez mandados de busca domiciliária e sete de busca não domiciliária.

“Nós trabalhámos em duas zonas urbanas sensíveis da cidade de Elvas, Bairro das Pias e Bairro de São Pedro, e no Centro Histórico, sendo que a operação decorreu dentro da normalidade. A operação terminou cerca das 11 horas”, acrescentou o comissário Rui Massaneiro.

A operação, segundo a PSP, envolveu “um forte dispositivo”, composto por polícias de várias valências do Comando Distrital de Portalegre da PSP, apoiados por duas subunidades da Unidade Especial de Polícia (UEP), nomeadamente pelo Corpo de Intervenção (CI) e pelo Grupo Operacional Cinotécnico (GOC).

Estiveram ainda envolvidas na operação equipas de intervenção rápida dos comandos distritais da PSP de Castelo Branco, Évora e Beja.

TCA (HYT) // VAM
Lusa

Foto: Arquivo LE

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Portalegre: Escola Secundária de S. Lourenço celebra 138 anos com dia dedicado ao Desenvolvimento Sustentável e à Educação

Inicialmente Escola Industrial Fradesso da Silveira, a actual Escola Secundária de S. Lour…