Quatro homens ficaram hoje feridos ao serem atingidos por estruturas metálicas que caíram na zona de chegada da prova de todo-o-terreno Baja de Portalegre devido a “um fenómeno meteorológico adverso”, revelou a Proteção Civil.
Contactada pela agência Lusa, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre, explicou que o “fenómeno meteorológico adverso, com chuva intensa e vento forte”, aconteceu “por volta das 18:00”.
“Durou cerca de 30 minutos, na zona de Portalegre, e provocou quatro feridos, dois deles ligeiros e dois graves”, disse a fonte, explicando que “todos estão em avaliação nas urgências do hospital de Portalegre”.
Segundo a fonte do CDOS, entre as vítimas, “todos homens”, há bombeiros e cidadãos que estavam a assistir à chegada da prova, mas “não há participantes da Baja feridos”.
“O fenómeno meteorológico adverso, que ocorreu na zona das Coutadas, derrubou e arrastou algumas tendas e estruturas de apoio e outras que faziam parte do pódio de chegada da prova e até o próprio pódio”, precisou.
Os primeiros meios de socorro no local foram “as próprias equipas médicas e o dispositivo de bombeiros de serviço na prova”, tendo depois sido mobilizados “mais meios para o local”, explicou o CDOS.
Entretanto, após os 30 minutos de duração, “o fenómeno meteorológico adverso ficou ultrapassado e rumou a norte”, indicou a fonte.
A Baja de Portalegre é a última prova do Campeonato de Portugal de todo-o-terreno e arrancou na sexta-feira, terminando hoje, naquele distrito do Alto Alentejo.
Participaram nesta edição comemorativa dos 35 anos da prova cerca de 400 equipas de 22 nacionalidades
A Baja de Portalegre é a única da Taça do Mundo Bajas FIA [automóveis] e Bajas FIM [motas] em Portugal.

FOTO José Luís Pintão
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Elvas: Imaculada Conceição com missa no Paiol

A celebração da solenidade litúrgica da Imaculada Conceição realiza-se quinta-feira, 8 de …