O piloto árabe Yazeed Al-Rajhi (Toyota) lidera a Baja de Portalegre, última prova do Campeonato de Portugal de todo-o-terreno, após a disputa do primeiro de dois dias de competição.
Al-Rahji concluiu os primeiros 63,32 quilómetros cronometrados com o tempo de 43.43,4 minutos e com 52,5 segundos de vantagem sobre o segundo classificado, o português João Ferreira (Mini). Miguel Barbosa, que em Portalegre corre com a Toyota do campeão mundial Nasser Al-Attiyah, é o terceiro classificado, a 1.09,5 minutos.
A competição começou com o habitual Prólogo (Especial de Qualificação) matinal, na Herdade das Coutadas, disputado por mais de 400 concorrentes de 22 nacionalidades. Nos automóveis, Miguel Barbosa e Hugo Magalhães foram os primeiros líderes da prova
No entanto, Yazeed Al-Rajhi e Dirk Von Zitzewitz impuseram a sua rapidez nos 59,61 quilómetros do segundo Setor Seletivo, também aos comandos de uma das mais recentes Toyota construídas pela Overdrive. 
“Está tudo a correr bem e estamos a gostar bastante da prova, tanto pelos percursos como pelos espetadores. Na verdade, desde o Dakar na Argentina que não via tantos espetadores. Há mesmo muitos fãs de desportos motorizados nesta região e isso é mesmo muito bom para nós”, disse o líder da prova, citado pela organização, a cargo do Automóvel Club de Portugal (ACP).
Nota para o oitavo lugar do campeão nacional de ralis, Armindo Araújo (Can-Am), que é terceiro da categoria T3.
Nas motas, o alentejano António Maio (Yamaha) comanda, com o tempo de 46.44 minutos, deixando Gustavo Gaudêncio (Honda) a 27,7 segundos, com Miguel Castro (KTM) em terceiro, a 1.27,5 minutos.
André Sérgio (Yamaha) começou por ser o mais rápido nos 3,71 quilómetros da Especial de Qualificação, mas, no Setor Seletivo 2 (59,6 km), António Maio passou para a frente da geral, ele que já venceu sete vezes em Portalegre.
“Tenho imprimido um ritmo forte, mas em segurança, acima de tudo. O piso está espetacular e a mota também esteve perfeita. Portanto, fiz um primeiro dia como planeado, sem percalços ou erros. Tem sido um excelente treino para o Dakar e já há alguns anos que não tínhamos uma prova tão longa, por isso, quero aproveitar”, disse António Maio.
O vinhaense Luís Fernandes (Yamaha) foi o mais rápido entre os quads, com 26,1 segundos de vantagem sobre João Vale (Yamaha). Fábio Ferreira (ATV) é o terceiro, já a 1.54,7 minutos.
Nos SSV, o mais rápido esta sexta-feira foi João Monteiro (Can-Am), mas com apenas 5,7 segundos de vantagem sobre Pedro Santinho Mendes (Can-Am). Roberto Borrego (Can-Am), antigo campeão de quads, é o terceiro, a 7,4 segundos.
 No sábado disputam-se mais dois setores seletivos, com um total de 384 quilómetros cronometrados.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Desporto

Veja também

Elvas: Presépios de playmobil para ver na Casa da Cultura

A Casa da Cultura, em Elvas, vai acolher, a partir de 8 de Dezembro, a exposição “Presépio…