A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 47 anos, suspeito de ter tentado matar dois homens, pai e filho, em Junho, com recurso a arma de fogo, no concelho de Campo Maior.
Em comunicado, a PJ explicou que a Unidade Local de Investigação Criminal (ULIC) de Évora localizou e deteve este homem a 19 de Outubro, tendo sido presente a primeiro interrogatório judicial no dia seguinte.
O suspeito, sobre o qual recaem “fortes indícios da prática de dois crimes de homicídio na forma tentada com recurso a arma de fogo”, saiu em liberdade, mas com a obrigação de apresentações semanais no posto da GNR local, pode ler-se.
“Os crimes ocorreram no dia 16 de junho de 2022, na sequência de discussão entre duas famílias que disputavam as mesmas terras agrícolas, através de arrendamento, tendo o suspeito disparado sobre as vítimas quando estas se encontravam no interior de uma viatura”, revelou o comunicado da PJ.
Contactada pela agência Lusa, fonte policial adiantou que o suspeito disparou sobre “pai e filho”, o primeiro com “75 anos” e o segundo “com cerca de 40 anos”.
Após as diversas diligências agora efectuadas, a Polícia Judiciária apreendeu cinco espingardas e 48 cartuchos.

RRL // MCL
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Combate à corrupção em Portugal “deve melhorar” – Ministra da Justiça

A ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro, alertou hoje que Portugal deve melhorar…