Um incêndio que deflagrou hoje num lar de idosos, no concelho de Montemor-o-Novo, obrigou à retirada de 20 utentes e seis funcionários, sem registo de vítimas, revelaram os bombeiros e o presidente do município.
Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora indicou à agência Lusa que o fogo, para o qual foi dado alerta às 11,15h, atingiu o edifício do Lar “O Girassol”, da Associação de Protecção Social à População de São Geraldo.
Segundo a mesma fonte, as chamas já foram extintas pelos bombeiros e não há vítimas a registar.
Contactado pela Lusa, o presidente da Câmara de Montemor-o-Novo, Olímpio Galvão, disse que o incêndio teve origem num “curto-circuito no quadro eléctrico” do edifício do lar e que as chamas destruíram “o quadro eléctrico e o tecto da entrada”.
“As funcionárias conseguiram evacuar” o espaço, por precaução, e levaram “os 20 utentes, alguns deles acamados, para o Centro Cultural de São Geraldo”, adiantou.
O autarca assinalou que os utentes não vão poder passar, pelo menos, a próxima noite no lar, pois o edifício ficou sem energia eléctrica, referindo que as autoridades estão agora a tentar encontrar uma solução.
As operações de socorro mobilizaram as corporações de bombeiros de Montemor-o-Novo, Arraiolos e Mora, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), a GNR e o Serviço Municipal de Protecção Civil.
No total, estiveram envolvidos 33 operacionais, apoiados por 13 veículos, incluindo uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER).

SM // RRL
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Combate à corrupção em Portugal “deve melhorar” – Ministra da Justiça

A ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro, alertou hoje que Portugal deve melhorar…