Para celebrar os dez anos do primeiro investimento financiado pelo Fundo JESSICA (Joint European Support for Sustainable Investment in City Areas), o Comité de investimento do Fundo, presidido por António Ceia da Silva, decidiu celebrar a data no próximo dia 12 de outubro, realizando no Hotel Vila Gale Collection Alter Real, em Alter do Chão o seu evento anual.
No decorrer do evento será feito o balanço dos resultados alcançados e serão apresentados projetos financiados, sendo igualmente o primeiro evento após o fim do período de investimento.
O evento anual do Jessica contará com a presença da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, que irá intervir na sessão de abertura, estando ainda presentes a Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira o Sr. Secretário de Estado da Administração Local e Ordenamento do Território, Carlos Miguel, para além do Presidente da CCDRA António Ceia da Silva e Francisco Miranda Presidente da Câmara Municipal de Alter do Chão, entre outras individualidades.
A escolha do local para realização deste evento, não foi ao acaso, prende-se com o fato desta unidade hoteleira do Grupo Vila Galé, em Alter do Chão, se tratar de um projeto também ele financiado pelo Fundo Jessica, na Região Alentejo – setor do Turismo.
O Fundo JESSICA lançado pela Comissão Europeia e pelo Banco Europeu de Investimentos, visou apoiar, no contexto da Política de Coesão, as autoridades dos Estados Membros da União Europeia na utilização de instrumentos de engenharia financeira para financiamento dos investimentos em desenvolvimento urbano sustentável.
Em Portugal o fundo foi financiado pelos Programas Operacionais do Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve e Direção Geral do Tesouro e Finanças e contou com a colaboração do Banco BPI, do Banco CGD e do Turismo de Portugal.
Até ao momento o fundo permitiu alavancar na Região Alentejo 32 os projetos apoiados, 198 postos de trabalho criados, num total de 68 Milhões de euros, já no total do País houve um investimento no valor de 830 milhões de euros na reabilitação urbana, que resultou na criação direta de mais de 3844 novos postos de trabalho, distribuídos por 218 projetos em mais de 30 municípios de Norte a Sul do País. As áreas de intervenção que mais recorreram ao Fundo foram o Turismo, o Imobiliário, o Comércio e a Energia.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Chuva intensa provocou 65 inundações nos distritos de Évora e Portalegre

A chuva intensa que caiu hoje no Alentejo provocou 65 inundações, até às 20:00, em vias pú…