O MURPI – Movimento Unitário de Reformados, Pensionistas e Idosos dinamizará amanhã, dia 7, em todo o país, um conjunto de iniciativas de rua que pretendem criar oportunidade para que, principalmente, este sector da população, faça ouvir a sua voz e o seu descontentamento relativamente à decisão que o Governo tomou de “pagar aos reformados 50% da sua pensão, em Outubro, não repondo o poder de compra em 2022”.

Em Portalegre, juntamente com a Inter-Reformados e a União dos Sindicatos do Norte Alentejano, o MURPI vai organizar um cordão humano, a partir das 10h, entre a Segurança Social e a rotunda do Edifício Navio.

Todos os que concordem que é urgente, necessário e possível tratar com justiça os Reformados, Pensionistas e Idosos em Portugal, garantindo uma vida digna aos que criaram riqueza e descontaram toda uma vida, podem juntar-se a esta iniciativa, assinando ainda a petição que o MURPI está a dinamizar, com o objectivo de levar à Assembleia da República a exigência de reposição do poder de compra das pensões, e que estará disponível numa banca frente a Segurança Social e em https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT113016.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Imaculada Conceição com missa no Paiol

A celebração da solenidade litúrgica da Imaculada Conceição realiza-se quinta-feira, 8 de …