A Biblioteca Municipal João Dubraz recebeu, no dia 2 de Outubro, a cerimónia de entrega do Prémio Literário Hugo Santos ao poeta natural de Tomar, Nuno Garcia Lopes.

O momento serviu também para apresentar a obra vencedora, “Uma Casa de Papel Onde Morar”, agora editada pela Filigrana Editora.

Houve igualmente tempo para a declamação de poesia do autor vencedor do prémio e também de Hugo Santos, por José Camoesas e Leonor Alegria.

A sessão contou com a participação do presidente do Município, Luís Rosinha, e do presidente do Júri do Prémio, Rui Cardoso Martins.

Estiveram ainda presentes o presidente da Assembleia Municipal, Jorge Grifo, os vereadores Paulo Pinheiro, São Silveirinha e Fátima Vitorino, o presidente da Junta de Freguesia da Expectação, Hugo Rodrigo, Vanda Portela, em representação da Junta de Freguesia de S. João Baptista, a vereadora do Município de Torres Novas, Elvira Sequeira, e os restantes membros do júri, Amélia Vadillo e Paulo Costa.

De relembrar que a criação do Prémio Literário Hugo Santos tem por objectivo fomentar o gosto pela leitura e pela escrita, defender e valorizar a língua portuguesa e promover e incentivar a criação literária, mas é também, e sobretudo, uma homenagem ao homem e ao escritor que lhe dá nome.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Autocarro ‘preso’ junto à Capela de Nossa Senhora da Nazaré

Um pesado de passageiros ficou hoje preso na entrada do estacionamento junto à Capela de N…