Com epicentro no Castelo de Campo Maior, mas também com algumas actividades noutros pontos da vila, começou sábado, dia 24 de Setembro, a recriação histórica que pretende evocar o cerco de 1811 pelo exército francês.

Depois da formatura das tropas e do desfile histórico-militar até à Praça da República, onde decorreu a cerimónia de abertura, os participantes regressaram ao acampamento instalado no interior do Castelo, tendo aí tido lugar o içar das bandeiras, acompanhado por salvas de artilharia.

O evento, que só termina domingo, dia 25, conta ainda com um baile oitocentista, animação nas tabernas da época e simulações de combates e escaramuças entre as tropas que defendem Campo Maior e os invasores franceses.

A iniciativa é promovida pelo Município e pela Associação Napoleónica Portuguesa.

Mais desenvolvimentos na edição impressa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Ligação entre Santo Onofre e Estrada de Santa Rita não vai, para já, avançar

Um ano e quatro meses depois de ter sido analisada em reunião de Câmara a possível aquisiç…