Uma imagem do astrofotógrafo português Miguel Claro foi distinguida com o prémio “Highly Commended”, na categoria “Our Sun”, no concurso de astrofotografia mais importante do mundo, o “Astronomy Photographer of the Year 2022”.
Os premiados do concurso, promovido pelo Royal Observatory of Greenwich, em Londres (Inglaterra), foram anunciados ao final da tarde de quinta-feira.
Contactado pela agência Lusa, Miguel Claro, astrofotógrafo oficial da Reserva Dark Sky Alqueva, no Alentejo, explicou que o prémio que ganhou, equiparado ao 3.º lugar da categoria “Our Sun”, foi com a fotografia “A Giant in the Sun’s Limb”, que é “um frame retirado de um vídeo do sol” filmado durante “dois dias seguidos, a 06 e 07 de fevereiro deste ano, num total de cinco horas, no território do Dark Sky Alqueva.
“O Sol apresentou uma proeminência solar gigantesca”, que “ficou visível por dois dias e depois entrou em erupção, lançando uma ejeção de massa coronal (CME) no espaço. Assim, fiz um esforço enorme para reunir o máximo de imagens possível” e “pude mostrar a evolução da forma da proeminência antes que ela desaparecesse”, relatou.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

PSD questiona Governo sobre prazos e diminuição do investimento do hospital central do Alentejo

O PSD questionou hoje se o Governo pode garantir que a construção do Hospital Central do A…