A chuva intensa que caiu dia 14 de Setembro no Alentejo provocou 59 inundações, até às 21:30, em vias públicas e habitações, sobretudo nos distritos de Beja e de Portalegre, sem causarem danos pessoais, disseram fontes da Proteção Civil.
Segundo o CDOS de Portalegre, no distrito ocorreram 23 inundações, tendo o concelho de Elvas sido o mais afetado, com 10 ocorrências.
Também no distrito de Portalegre, de acordo com o CDOS, há a registar duas quedas de árvores, a queda de um muro na cidade de Elvas e 11 limpezas de vias.  
No distrito de Évora, ainda segundo o CDOS, foram registadas oito inundações, nos concelhos de Reguengos de Monsaraz, Estremoz, Mourão, Redondo e Alandroal.
Neste distrito há ainda a registar a queda de um muro na Escola Básica de Veiros e um corte temporário de uma estrada municipal naquela freguesia do concelho de Estremoz, assim como a queda de duas árvores, em Estremoz e Arraiolos.
Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja indicou à agência Lusa que no distrito ocorreram 28 inundações, tendo a cidade de Beja sido a zona mais afetada, sem precisar o número de ocorrências registadas.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

PSD questiona Governo sobre prazos e diminuição do investimento do hospital central do Alentejo

O PSD questionou hoje se o Governo pode garantir que a construção do Hospital Central do A…