Um homem, de 60 anos, foi detido pela GNR, por violência doméstica contra a sua companheira, de 57 anos, no concelho de Estremoz, tendo ficado em prisão preventiva, revelou hoje aquela força de segurança.
O Comando Territorial de Évora da GNR, em comunicado, indicou que o homem foi detido no dia 07 deste mês, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE).
No decorrer de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito exercia “violência física e psicológica sobre a vítima, sua companheira, de 57 anos”.
De acordo com a GNR, existiram episódios de “ameaças e injúrias por parte do suspeito”.
O homem, segundo a GNR, já tinha sido sujeito à medida de coação de proibição de contacto e aproximação da vitima, controlado por pulseira eletrónica.
No seguimento da investigação, adiantou a GNR, foi possível apurar que o “agressor incumpriu com as medidas a que estava sujeito, tendo procurado e ameaçado a vítima”.
“No decurso das diligências policiais foi dado cumprimento a um mandado de detenção, que culminou com a localização e detenção do agressor”, lê-se no comunicado.
O suspeito foi presente a primeiro interrogatório judicial, no dia 08, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva, de acordo com o comunicado.
“A violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva, reforçou a GNR.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Elvas: Concerto único de Carlos Araújo & Luís Ruvina com Rui Veloso

O Cine-Teatro Municipal de Elvas vai ser palco de um concerto único de Carlos Araújo & Luí…