Um homem sofreu hoje ferimentos graves num acidente de trabalho na Estrada Nacional 373 (EN373), nas obras de construção da nova ferrovia no concelho de Alandroal, revelou a Proteção Civil.
A fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora explicou à agência Lusa que o acidente de trabalho, para o qual foi dado o alerta às 13:11, aconteceu ao quilómetro 43,4 da EN373, “na zona do Viaduto de Mures, em construção, da linha ferroviária”.
“Houve um desabamento e algumas estruturas caíram em cima do trabalhador, mas conseguiu ser resgatado, [embora com] ferimentos graves”, disse.
Um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) foi acionado para o local, pelo que “possivelmente vai ser helitransportado”, admitiu a fonte do CDOS, desconhecendo, às 15:00, qual poderia ser a unidade hospitalar.
Contactada pela agência Lusa, fonte da empresa Infraestruturas de Portugal (IP) confirmou que o acidente de trabalho provocou um ferido, desconhecendo na altura a gravidade dos ferimentos.
O acidente aconteceu na zona de construção do Viaduto de Mures, integrado na empreitada de construção do troço da ferrovia Alandroal – Linha do Leste (Elvas).
Esta é uma das quatro empreitadas em curso do futuro Corredor Internacional Sul.
De acordo com o CDOS, foram mobilizados para o local do acidente 13 operacionais, apoiados por quatro viaturas e o helicóptero, incluindo meios dos bombeiros, GNR e INEM.

RRL // ROC
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Acidente pedreira/Borba: Relação de Évora rejeita recurso do MP e mantém decisão instrutória

O Tribunal da Relação de Évora (TRE) rejeitou um recurso do Ministério Público (MP) e mant…