O município de Alandroal, a Fundação Manuel António da Mota e a Associação “Just a Change” iniciaram, no terreno, a reabilitação de habitações das famílias mais necessitadas do concelho, pelo terceiro ano consecutivo. Estão em causa intervenções de melhoria da habitabilidade geral, renovação de coberturas, criação de instalações sanitárias ou cozinhas levadas a cabo por voluntários com o apoio de mestres locais.

Neste verão, serão realizadas quatro intervenções, que correspondem a outros tantos agregados familiares sinalizados em todo o concelho, num total de dez pessoas beneficiadas.

O investimento total, repartido em partes iguais entre o município e a fundação, ronda os 40 mil euros. A Associação “Just a Change” mobiliza apoio técnico e 25 voluntários para ajudarem na concretização das obras.

Nos dois anos anteriores, foram investidos 40 e 47 mil euros em moldes semelhantes, respetivamente, o que correspondeu a nove habitações intervencionadas e 15 pessoas beneficiadas, com 50 voluntários envolvidos.

Estas intervenções são efetuadas em complemento ao Programa de Melhoramentos Habitacionais para Estratos Sociais Desfavorecidos do município e a sua realização presente e futura está integrada na Estratégia Local de Habitação desenvolvida pelo município.

Graças a estas intervenções e à política de contínuo investimento em melhorias habitacionais para as famílias mais desfavorecidas, são já extremamente raras as situações limite no concelho e a autarquia estima que, excetuando situações muito particulares em que não é possível intervir por condicionalismos legais ou vontade dos proprietários, nos próximos dois anos serão eliminadas todas as situações de pobreza habitacional extrema no concelho.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Jovem de 22 anos detido pela GNR por esfaquear outro em feira no Alentejo

Um jovem de 22 anos foi detido hoje pela GNR por esfaquear outro de 18, que ficou ferido c…