A menina, de cinco anos, retirada ontem, sábado, ainda com vida da barragem de Montargil, no concelho de Ponte de Sor, acabou por morrer, confirmou a GNR.
A criança foi resgatada da água com vida e foi transportada para o Hospital do Médio Tejo, em Abrantes, mas “acabou por falecer”.
Anteriormente, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre já tinha explicado à Lusa que a menina tinha sido considerada ferida grave, sendo o transporte para a unidade hospitalar feito pelos bombeiros, com acompanhamento da viatura médica de emergência e reanimação do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM)
Desde esta tarde, as autoridades continuam a fazer buscas na barragem alentejana pelo pai da menina, de 33 anos, que está desaparecido na água, perto do parque de campismo.
A fonte da GNR explicou que, de acordo com relatos de testemunhas que pai e filha estariam a utilizar um barco de borracha.
“O senhor estava a nadar e a menina estaria no barco. As testemunhas não se aperceberam do que é que aconteceu a seguir, mas viram o corpo da menina na água e foram uns banhistas que a conseguiram retirar para terra, inconsciente, e depois foram efetuadas manobras de reanimação”, relatou a fonte policial.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Évora: Tenente-coronel Paulo Poiares comanda Comando Territorial da GNR

O tenente-coronel Paulo Poiares tomou posse dia 30 de Setembro como comandante do Comando …