A média de infecções diminuiu para os 17.204 casos diários em Portugal e o índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus que provoca a covid-19 baixou em todas as regiões, avançou o INSA.
De acordo com o relatório semanal do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) sobre a evolução da pandemia, o número médio de casos diários de infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2 a cinco dias passou dos 25.042 para os 17.204 a nível nacional, sendo ligeiramente mais baixo no continente (15.954).
O documento avança ainda que o valor médio do Rt – que estima o número de casos secundários de infecção resultantes de cada pessoa portadora do vírus – entre 6 e 10 de Junho foi de 0,87 no país, quando no anterior relatório era de 0,98.
O Rt foi superior ao limiar de 1,00 entre 26 de Abril e 26 de Maio, tendo atingido o valor de 1,26 a 9 de Maio.
Por regiões, os dados do INSA indicam que este indicador baixou em todas as regiões, com o Norte a passar de 0,91 para 0,81, o Centro de 0,96 para 0,85, Lisboa e Vale do Tejo de 1,04 para 0,91, o Alentejo de 0,96 para 0,89, o Algarve de 0,98 para 0,97, os Açores de 1,05 para 1,00 e a Madeira de 1,29 para 1,12.
“Apenas as regiões autónomas apresentam a média do índice de transmissibilidade (cinco dias) igual ou superior a 1, o que indica uma tendência crescente nestas regiões” de infecções pelo SARS-CoV-2, refere o relatório.
Quanto à incidência, o INSA avança que todas as regiões apresentam uma taxa superior a 960 casos por 100 mil habitantes em 14 dias, sendo mais elevada nos Açores (3.675,9 casos), seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo (3,313,7) e a Madeira (3.291,2).

PC // ZO
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Estremoz: “Mercado do Lago” no sábado

A 11.ª edição da iniciativa “Mercado do Lago”, em Estremoz, dedicada ao artesanato urbano,…