O Marítimo, equipa da II divisão portuguesa de futsal, causou hoje a primeira surpresa dos quartos de final da Taça de Portugal, ao bater o Eléctrico de Ponte de Sor por 7-2.
No Pavilhão Multiusos de Sines, os alentejanos, que terminaram a fase regular da I Liga em terceiro lugar e vão disputar o ‘play-off’ do título, foram surpreendidos pela estratégia de bloco baixo dos madeirenses, que seguem em quarto lugar no escalão secundário.
Os insulares deram início à surpresa logo no primeiro minuto, quando Kayque dos Santos aproveitou um ‘mar’ de facilidades concedidas pelos alentejanos para oferecer o primeiro golo do encontro a Paulo Babau.
Apenas três minutos depois, os mesmos protagonistas inverteram os papéis, com Babau a assistir dos Santos para o 2-0, antes de Alesandro Almeida (15) ampliar a vantagem.
A estratégia de bloco baixo e aproveitamento dos erros do adversário resultava na perfeição, mas os madeirenses acabaram por provar do seu ‘veneno’ antes do intervalo, quando Russo (19) aproveitou um adiantamento desnecessário do guarda-redes Moreira para reduzir para 3-1.
O Eléctrico intensificou a pressão no início do segundo tempo, período no qual o Marítimo parecia limitar-se a ‘despejar’ bolas, muitas das quais sem nexo, mas Pincha (28) voltou a aumentar a vantagem dos insulares, num remate antes do meio-campo, aproveitando um corte defeituoso do guarda-redes André Correia, fora da área
As coisas complicaram-se ainda mais para o conjunto de Ponte de Sor no minuto seguinte, quando Nicolas Tomé (29) aproveitou o adiantamento de André Correia, que se precipitara nas funções de guarda-redes avançado, e ampliou para 5-1.
Com apenas 10 minutos para recuperar uma desvantagem de quatro golos, os alentejanos ganharam algum ânimo com o tento de Jonhn Lennon, num canto batido por Daniel Airoso, mas o Marítimo aproveitou sempre da melhor forma a pressão que soube colocar sobre o adversário.
Alesandro Almeida (34) ‘bisou’, a passe de Nicolas Tomé, após um passe longo do ‘guardião’ Moreira para as costas de defesa do Eléctrico e Paulo Babau (39) também faturou pela segunda vez, de cabeça, após uma reposição de linha lateral batida por Nicolas Tomé.
O Marítimo vai, assim, enfrentar na quinta-feira, pelas 21:00, o vencedor do encontro entre Benfica e Caxinas, que se realiza hoje (21:00) no Pavilhão Multiusos de Sines, recinto que recebe, até domingo, a final a oito da Taça de Portugal.

Jogo realizado no Pavilhão Multiusos de Sines.
Marítimo – Eléctrico, 7-2.
Ao intervalo: 3-1.
Marcadores:
1-0, Paulo Babau, 01 minuto.
2-0, Kayque dos Santos, 04.
3-0, Alesandro Almeida, 15.
3-1, Russo, 19.
4-1, Pincha, 28.
5-1, Nicolas Tomé, 29.
5-2, Jonhn Lennon, 31.
6-2, Alesandro Almeida, 34.
7-2, Paulo Babau, 39.

Equipas:
– Marítimo: Moreira, Paulo Babau, Josué, Nicolas Tomé e Kayque dos Santos. Jogaram ainda: Pincha, Marco Gomes, Lucas Amparo, Claudinho, Fredy e Alesandro Almeida.
Treinador: Bruno Salgado.
– Eléctrico: André Correia, Célio Coque, Hugo Neves, Daniel Airoso e Ygor Mota. Jogaram ainda: Ferrugem, Matheus, Gustavo Rodrigues, Russo, Peixinho e Jonhn Lennon.
Treinador: João Freitas Pinto.

Árbitros: Alexandre Costa (AF Aveiro) e Pedro Pereira (AF Aveiro).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Matheus (16).
Assistência: menos de 100 espectadores.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Desporto

Veja também

Estremoz: “Mercado do Lago” no sábado

A 11.ª edição da iniciativa “Mercado do Lago”, em Estremoz, dedicada ao artesanato urbano,…