A Comissão Política Concelhia do CDS-PP de Elvas aprovou por unanimidade, em reunião de 18 de Abril de 2022, um voto de pesar pela morte de Joaquim Ventura Trindade.

Um nome incontornável na vida política local e nacional, Ventura Trindade ficará na história como o primeiro Presidente de Câmara do centro-direita em Elvas, tendo sido eleito pela AD – Aliança Democrática (coligação PPD/PSD, CDS-PP e PPM) para o triénio 1980-1982.

“Mais do que um autarca que se notabilizou pelo trabalho de proximidade com a população, lutando pelo desenvolvimento local e pelo genuíno bem-estar da sua gente (num período tão conturbado de arranque da nossa democracia, dominado pelos radicalismos da extrema esquerda), Joaquim Ventura Trindade foi um homem de causas, com enorme sentido de dever e profunda religiosidade, mantendo até ao fim da vida uma voz activa nas questões do mundo e do nosso concelho”, refere o partido em nota enviada à redacção.

“Elvas e todo o país ficam mais pobres com a sua partida. Mais servidores da causa pública houvessem como ele e Portugal seria um país mais bem governado”, salienta.

“À família e amigos próximos endereçamos as nossas mais sentidas condolências, desejando que Nosso Senhor o receba na Sua eterna glória”, finaliza a Comissão Política Concelhia do CDS-PP de Elvas.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

António Cachola em entrevista: “O que mais admiro no trabalho dos artistas é a capacidade de nos anteciparem o futuro nas suas obras”

O mês de Julho é especial para o coleccionador António Cachola, para o Museu de Arte Conte…