Depois de, ao que tudo indica, o pior da pandemia já ter ficado para trás, muitas pessoas puderam regressar às margens do rio Guadiana, na Ajuda, para passar a Páscoa no campo.

A tradição, interrompida nos últimos dois anos, voltou a ser cumprida, com os campistas a improvisar cozinhas, salas de estar, quartos e até casas de banho para permanecerem no local alguns dias.

Outros, porém, optam apenas por conviver durante o dia, regressando depois ao conforto das suas casas.

Mais desenvolvimentos na edição impressa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Assembleia Municipal aprova pedido de parecer sobre desagregação da União de Freguesias de Terrugem e Vila Boim

O pedido de parecer à Câmara de Elvas sobre a desagregação da União de Freguesias de Terru…