Música, gastronomia e animação são ‘ingredientes’ do novo festival “Soil to Soul”, em Alandroal, em Maio, com um alerta para a importância da regeneração dos solos para uma alimentação saudável e um futuro sustentável.

O evento, que vai decorrer nos dias 14 e 15 de Maio, no Castelo da vila de Alandroal, é promovido pela câmara municipal deste concelho alentejano e pela equipa do projecto “Soil to Soul”, de Zurique, na Suíça.

O festival “Soil to Soul Alandroal – Somos o que comemos” vai juntar “gastronomia, música e muita animação, reunindo chefes, produtores e artistas, numa iniciativa de sensibilização para a conservação dos recursos naturais, sociais e culturais”, divulgou hoje a organização.

O projecto suíço tem como objectivo “promover a importância da regeneração dos solos para uma alimentação saudável, como base para um futuro sustentável”, e este é o conceito que vai ser apresentado no festival no Alentejo, de acesso gratuito.

O movimento, criado em 2020, é inspirado na quinta biológica Terramay, no concelho de Alandroal, que ocupa 560 hectares e é auto-sustentável, com produção animal biológica e dedicada à agricultura regenerativa, assente “no respeito pela terra e pelo solo”.

“Vemo-nos como um movimento inspirado pelo trabalho desenvolvido na Terramay e promovemos diversas iniciativas de preservação dos solos, agricultura regenerativa e de promoção de um sistema alimentar saudável, sustentável e saboroso”, explicou Andrin Willi, curador do projecto em Zurique.

Segundo o mesmo responsável, o movimento enfatiza a ligação entre “a nutrição certa”, entendida como “a base para uma mente e corpo sãos”, e o facto de o solo ser “a base dessa nutrição”.

Já o presidente da Câmara de Alandroal, João Grilo, igualmente citado no comunicado, assumiu a aposta neste tipo de festivais.

“Justifica-se pelo elevado índice de produção biológica que existe no concelho, pelos novos projectos que estão a surgir e pela importância que esta abordagem representa para a saúde de todos e para o futuro”, disse.

Mas também, acrescentou, “porque os eventos são a melhor forma de envolver as populações e as comunidades educativas nos processos de mudança que é preciso desenvolver”.

O programa está ‘recheado’ de arte, actividades culturais, gastronomia e música, com dois concertos com nomes nacionais agendados, um em cada dia do festival, a cargo da banda Best Youth e do músico de pop analógica Benjamim.

Os chefes de cozinha Marlene Vieira, Lídia Brás, Jóssara Martins, João Sá, Vitor Adão e Mateus Freire também vão marcar presença no evento, coordenados por José Júlio Vintém e Paulo Amado.

O festival vai contar ainda com artesãos da região e vários oradores, para discussão de temas relacionados com o conceito da iniciativa, de preservação da natureza e promoção de práticas de alimentação saudáveis.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Festival do Crato regressa de 23 a 27 de Agosto

Os artistas Matias Damásio e Chico da Tina foram os últimos nomes confirmados para o Festi…