A água proveniente do Alqueva começou ontem a ser transferida para o Sistema de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém (Setúbal), permitindo reforçar o abastecimento à Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS).
O investimento de cerca de 12 milhões de euros, a cargo da Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas de Alqueva (EDIA), vai permitir que a empresa Águas de Santo André (AdSA) possa “reforçar o abastecimento de água” à ZILS.
Num comunicado conjunto enviado à agência Lusa, a EDIA e a AdSA, empresa do Grupo Águas de Portugal, indicaram que “a obra compreende um troço de 17 quilómetros que liga o adutor Roxo-Sado ao sistema de adução à albufeira de Morgavel”, no concelho de Sines.
Para garantir este reforço de armazenamento, a água da barragem do Alqueva, com um caudal de um metro cúbico por segundo, percorre “um total de 170 quilómetros de canais, túneis e condutas” e, “pelo caminho”, passa pelas barragens dos Álamos, Loureiro, Alvito, Pisão e Roxo, revelaram.
Esta ligação “vai contribuir significativamente para o aumento da fiabilidade do abastecimento de água ao principal polo industrial do país, uma vez que representa uma redundância da origem de água para fornecimento deste complexo”, precisaram.
De acordo com as duas empresas, com esta empreitada, foi igualmente concretizada “a ligação à albufeira de Fonte Serne, que garante o fornecimento de água aos perímetros de rega de Campilhas e Alto Sado”.
“No atual contexto de seca, a EDIA e a Águas de Santo André, contribuem para o aumento da resiliência dos seus sistemas, fazendo face aos períodos de seca que se vêm registando”, realçou o comunicado.
A barragem do Alqueva “assume-se, uma vez mais, como reserva estratégica de água, garantindo água para regadio aos seus perímetros e perímetros confinantes, água para abastecimento público e, agora, também água para abastecimento industrial”, concluíram.
A EDIA é a empresa gestora do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva, com influência direta nos concelhos abrangidos pela albufeira-mãe e naqueles que beneficiam com a instalação de novos perímetros de rega ou são servidos pelo abastecimento público, abrangendo um total de 20 concelhos, dos distritos de Beja, Évora, Setúbal e Portalegre.
A Águas de Santo André tem por missão gerir e explorar o Sistema de Santo André, assegurando o abastecimento de água às populações dos concelhos de Sines e Santiago do Cacém, assim como a recolha e tratamento das águas residuais.
Dá ainda resposta às exigências das indústrias localizadas na ZILS, no abastecimento de água potável, água industrial, água residual e resíduos industriais.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Santa Casa honra padroeira com missa e ladainha

A Santa Casa da Misericórdia de Elvas vai realizar, no dia 13 de Dezembro, as cerimónias e…