Cerca de 1.400 pessoas foram multadas por usar o telemóvel enquanto conduziam, no âmbito da campanha que decorreu na semana passada em Portugal e que fiscalizou mais de 51.000 veículos.
Em comunicado conjunto, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), a GNR e a PSP lembram que a campanha “Ao volante, o telemóvel pode esperar”, que decorreu entre os dias 15 e 21 deste mês, em todo o país, pretendeu alertar os condutores para as “graves consequências do manuseamento do telemóvel durante a condução”.
Pela primeira vez esta campanha contou com a participação dos serviços das administrações regionais das regiões autónomas dos Açores e da Madeira.
A campanha foi divulgada nos meios digitais e através de cinco acções de sensibilização da ANSR, realizadas em simultâneo com as operações de fiscalização da responsabilidade da GNR e PSP em Lisboa, Bragança, Guimarães, Vila Pouca de Aguiar e Cova da Piedade. Idênticas acções ocorreram nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira.
Foram passadas diversas mensagens pelas autoridades, entre elas a de que os condutores que utilizam o telemóvel durante a condução são mais lentos em reconhecer e a reagir a perigos e que o uso de aparelhos electrónicos durante a condução causa dificuldade na interpretação da sinalização.
No total, foram fiscalizados presencialmente 51.112 veículos e registadas 15.176 infracções, das quais 1.394 relativas ao uso do telemóvel durante a condução.
No período da campanha, as autoridades registaram 2.178 acidentes, de que resultaram 11 vítimas mortais, 30 feridos graves e 618 feridos leves.
As 11 vítimas mortais, todas do sexo masculino, tinham idades entre 19 e 83 anos.
Os acidentes ocorreram nos distritos de Braga, Leiria, Lisboa, Viseu, Portalegre, Setúbal, Évora e Beja.
Destes acidentes com vítimas mortais, oito foram despistes, dos quais sete com veículos ligeiros e um com motociclo.
Relativamente ao período homólogo de 2021, verificaram-se mais 817 acidentes, mais seis vítimas mortais, mais cinco feridos graves e mais 219 feridos leves.

SO // SB
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Senhora com queimaduras no corpo transferida de helicóptero para Lisboa

Uma senhora, que sofreu um acidente doméstico e tinha dado entrada no Hospital de Santa Lu…