O Município de Elvas decidiu não prolongar a suspensão da cobrança de taxas relativas à ocupação de espaço público e publicidade, que terminou a 31 de Dezembro.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal, José Rondão Almeida, esse apoio esteve em vigor “no decorrer da situação mais grave” da pandemia de Covid-19, esperando-se agora que “a própria sociedade possa vir a normalizar”.

“Houve leis, tanto a nível nacional como a nível municipal, que prestaram algum apoio no decorrer da situação mais grave. E nessa situação mais grave, tanto por parte do Governo como do poder local foram definidos alguns apoios até 31 de Dezembro do ano que passou”, começou por referir o autarca.

“Sabemos que esse inimigo invisível ainda não nos deixou, mas o que é certo é que as consequências não são iguais àquelas que foram no ano passado e os números mostram isso, principalmente em termos de cuidados intensivos e óbitos”, acrescentou.

Posto isto, “quem tem esplanada” está agora “a ser notificado pelos metros quadrados que ocupa na via pública”, mas “a Câmara Municipal continua a estar atenta” e, “se surgir algum confinamento” que cause “algum transtorno no frequentar a restauração, irá analisar o problema na altura adequada”.

Rondão Almeida garantiu ainda que os valores das taxas foram mantidos “tal como estavam no passado”. “Não houve um cêntimo de aumento”, afiançou.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Raide Hípico de Santa Eulália homenageia cavaleiro Jaime Magarreiro

O Raide Hípico de Santa Eulália “Luís Tello Barradas”, prova organizada pela Associação Hu…