A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 61 anos, no concelho alentejano de Montemor-o-Novo, por suspeitas da autoria de um número de crimes de pornografia de menores ainda por apurar, foi hoje divulgado.
O suspeito foi detido na segunda-feira, em flagrante delito, na sequência de diligências de obtenção de prova realizadas no concelho de Montemor-o-Novo, disse à agência Lusa fonte da PJ.
Segundo a fonte, o arguido, sem antecedentes criminais, é hoje presente a um juiz de instrução criminal para primeiro interrogatório judicial no Departamento de Investigação e Ação Penal de Évora.
De acordo com a PJ, em comunicado, “o arguido, habitual frequentador de diversas plataformas na Internet onde se acede [a] e [se] partilham imagens e vídeos de cariz pornográfico, terá armazenado e partilhado, durante os últimos dois anos, inúmeros ficheiros contendo pornografia envolvendo crianças menores de 14 anos”.
Na sequência das diligências, a PJ apreendeu “vários ficheiros de imagem e vídeo de diversa pornografia”, entre os quais se incluía o ficheiro que deu origem à investigação.
O material apreendido vai ser sujeito “a perícia informática forense, para determinar a quantidade exata de ficheiros e a sua relevância penal”, indica a PJ.
O suspeito foi detido pela Unidade Local de Investigação Criminal de Évora da PJ.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Elvas: Sete anos depois, reabre praça de touros de Santa Eulália

A praça de touros de Santa Eulália reabriu hoje, depois de sete anos encerrada e após obra…