No âmbito da atividade “À conversa com…”, o ator Cláudio Henriques esteve em Monforte, no dia 17 de dezembro, onde foi recebido pelo Presidente do respetivo Município, Gonçalo Lagem, o Vice-presidente e Vereadores do seu Executivo, respetivamente Fernando Saião, Mariana Mota e Emídio Mata, a Dirigente da Unidade Orgânica Sociocultural, Educação e Desporto, Teresa Cunha, e pelo Coordenador da Universidade Sénior do Município de Monforte, Manuel Pedras, e alunos, com os quais partilhou episódios mais marcantes da sua carreira profissional.
Cláudio Henriques começou por estudar “Publicidade e Marketing” que abandonou à primeira oportunidade que, em 2010, lhe surgiu para entrar no “mundo” da representação. A partir daí, o processo de desenvolvimento nessa área foi intenso e rápido. Já participou em telenovelas e séries televisivas, realizações cinematográficas e campanhas de publicidade de marcas comerciais conhecidas, mas é nos palcos das salas de espetáculo que se sente como “um peixe dentro de água”. Por este motivo e porque recentemente foi pai, regressou a Estremoz, a sua terra natal, à procura de “mais tempo” e onde, entretanto, fundou a associação “Coletivo Cultura Alentejo” e é Encenador e Diretor artístico do grupo TAE (Teatro Amador de Estremoz).
Este encontro foi promovido por Rui Serrano, funcionário da Câmara Municipal de Monforte e ator da peça de Teatro “Carvão, a desconhecida história do Natal”, sobre a qual o convidado focou grande parte da sua conversa.
A peça estava inicialmente prevista para ser assistida presencialmente no Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz, mas, atendendo às recomendações de distanciamento da Direção Geral da Saúde no combate à propagação da pandemia causada pela Covid-19, a sua estreia decorreu online, no dia 16 de dezembro, pelas 11:00h.
“Carvão, a desconhecida história do Natal” foi produzida pela “Coletivo Cultura Alentejo”, com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz, e a encenação foi de Cláudio Henriques, o texto original de Filipa Fonseca, a assistência de encenação de Francisco Lapa, interpretação de Rui Serrano, João Gonçalo Fonseca, Filipa Fonseca e Cláudio Henriques, a iluminação e sonoplastia estiveram a cargo de Pedro Soeiro, e o vídeo de Luís Mendeiros.
Os alunos ficaram a conhecer Nataniel, o irmão do Pai Natal, também conhecido por Carvão que lhes transmitiu uma mensagem de Amor, Amizade e diversão, valores tão importantes nesta e em todas as épocas do ano.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Sugestões para uma escapadinha turística em Elvas

A cidade de Elvas e as suas fortificações comemoram este ano o 10.º aniversário da classif…