O município de Elvas apresentou, esta terça-feira, um plano estratégico local de habitação, numa iniciativa para a qual foram convocados os empresários ligados ao sector da construção civil.

O presidente da Câmara, José Rondão Almeida, quer colocar em marcha projectos para lançar concursos entre Março e Abril de 2022.
Até 2026 espera-se adquirir e reabilitar 100 fogos no centro histórico num investimento de 6,2 milhões de euros. No plano inserem-se também habitações em bairros do concelho, incluindo todas as freguesias rurais.
Outro eixo identificado pela autarquia centra-se no futuro parque empresarial, cujo objectivo é atrair empresas e potenciar a proximidade com a Plataforma Logística de Badajoz. Cerca de 12 milhões estão previstos para infra-estruturar terrenos e cerca de 8 milhões para a sua aquisição já que requer um processo negocial com os actuais proprietários.

A Câmara revelou ainda que pretende requalificar o Cine-Teatro por cerca de um milhão de euros, construir o Centro Social de Santa Luzia (500 mil euros) e ampliar o Lar de Santa Eulália (500 mil euros).
Rondão Almeida clarificou ainda que devido ao actual momento de contenção de despesas estes investimentos, exceptuando os acordados com o IRHU e englobados no PRR, só terão luz verde com a garantia de financiamento acima dos 70 por cento.

Rondão Almeida explica plano de investimentos da estratégia local de habitação

Mais desenvolvimentos na edição impressa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

António Cachola em entrevista: “O que mais admiro no trabalho dos artistas é a capacidade de nos anteciparem o futuro nas suas obras”

O mês de Julho é especial para o coleccionador António Cachola, para o Museu de Arte Conte…