A Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) anunciou que foi assinado um contrato de concessão do serviço público de transporte de passageiros para a região, num valor que ronda os 16,3 milhões de euros.
Esta concessão, que foi estimada de acordo com um estudo de viabilidade económica financeira, levou também à criação do Sistema de Mobilidade do Alto Alentejo (SMAA).
“Este momento formaliza o aparecimento do SMAA, o novo serviço de transportes rodoviários públicos desta região, operado pela Transportes do Alto Alentejo (TAA) que, depois da fiscalização do Tribunal de Contas, terá quatro meses para adequar a frota e todos os procedimentos à nova entidade”, pode ler-se num comunicado.
A CIMAA explica que, desta forma, 14 dos 15 municípios do distrito de Portalegre delegam as suas competências relativas ao serviço público de transporte de passageiros municipal na CIMAA.
Na sequência desta tomada de posição, é delegada na CIMAA a autoridade de transportes para o serviço público de transporte de passageiros municipais e intermunicipais no Alto Alentejo.
“Estes municípios passaram então a integrar o novo do SMAA, ficando ausente o município de Portalegre, que irá manter o seu próprio sistema de transporte municipal”, indica.
A CIMAA explica ainda que a TAA foi a empresa “seleccionada no concurso público” que foi lançado para a concessão de quatro anos deste serviço.

HYT // MLS
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Dois mortos e quatro feridos em colisão no concelho de Montemor-o-Novo

Duas pessoas morreram e outras quatro sofreram ferimentos graves numa colisão entre dois a…